Vereadores pedem aumento do efetivo das Polícias Militar e Civil em Mogi. Governo de SP vai considerar?
O documento faz um apelo ao Governo do Estado de São Paulo pelo aumento do efetivo das polícias Militar e Civil na cidade/ Foto: Divulgação
Governo do Estado de São Paulo

Na sessão ordinária desta quarta-feira, 7, a Câmara Municipal de Mogi das Cruzes aprovou por unanimidade a Moção 41/2021, de autoria de todos os vereadores.

O documento faz um apelo ao Governo do Estado de São Paulo pelo aumento do efetivo das polícias Militar e Civil na cidade.

É grande a possibilidade de mais esse pedido do Legislativo mogiano ser totalmente ignorado pelo governo do Estado, mas a iniciativa da Câmara é importante, pois desde o início desse século os efetivos das policias em Mogi e região só tem é diminuído.

No documento os parlamentares elogiaram a atuação das polícias Militar e Civil na região, mas pontuaram que a falta de efetivo, principalmente no momento de pandemia, causa grande sensação de insegurança no município.

“Essa falta de efetivo em nosso município se torna assustadora porque hoje você não sente segurança para sair nas ruas. A Polícia Militar faz o papel dela, mas não tem braços para estar em todos os lugares”, lamentou o vereador Policial Maurino (Pode).

Os vereadores ainda informaram que durante o período de pandemia houve aumento nos casos de assalto e roubo na cidade e ressaltaram que a Moção é fundamental para alertar as autoridades a fim de estabelecer a paz e tranquilidade da população.

“Uma Moção que veio de encontro ao que vem sendo pedido pela sociedade e certamente vai chegar nas autoridades que podem fazer um trabalho em conjunto para que a nossa população receba mais segurança e apoio nesse momento difícil que estamos vivendo”, ressaltou Maurinho do Despachante (PSDB).

Já o vereador Marcos Furlan (DEM) enalteceu a Câmara Municipal por colocar em pauta as discussões dos anseios da população de Mogi das Cruzes.

“O trabalho parlamentar não é em vão. As discussões são muito importantes e podem propiciar mudanças e melhorias em qualquer quesito na cidade”, afirmou.

Os vereadores também aprovaram a Moção 47/2021, apelando ao Governo do Estado pela instalação de uma base da PM no bairro do Cocuera e pela implantação do policiamento comunitário para integrar a PM com a sociedade.

No documento apresentado ao Legislativo, os parlamentares argumentaram que o aumento de roubos e delitos, principalmente nos bairros rurais da cidade, estão causando grandes transtornos à população.

A Moção foi assinada pelos vereadores Vitor Emori (PL), Edson Santos (DEM), Francimário Vieira Farofa (PL), Clodoaldo de Moraes (PL) e Mauro do Salão (PL).