Tenda Atacado

Com o retorno das sessões em todo o Alto Tietê, a cobertura das Câmaras realizada pelo Oi também está a todo vapor. Durante a noite da última terça-feira (16), os vereadores de Poá aproveitaram o espaço da sessão para comentar sobre diversos assuntos, tais como, obras sem planejamento, críticas a Radial e dentre outros assuntos, segurança em equipamentos públicos.

O vereador Professor Rogério Mathias (PTB), participou ativamente durante a sessão legislativa e realizou diversas cobranças ao atual executivo, sendo a primeira, referente há uma obra que ocorre na Vila Perracine com a construção de um conjunto habitacional, sem planejamento demográfico no local. O parlamentar também levantou que a atual obra, realizada pela construtora MRV, têm prejudicado a camada asfáltica do bairro e solicitou, que o atual executivo cobre a construtora diversos estudos para verificar se o local pode e consegue receber um conjunto habitacional.

O parlamentar do PTB, criticou também os recentes furtos que ocorrem no Centro de Saúde CSII e solicitou a inclusão de um segurança por aparelho público (Escolas, postos de saúde e entre outros). A proposta de Rogério Mathias foi rebatida por outros parlamentares, que alegaram a possibilidade da “conta” ficar cara para o município.

O Vereador Marcio da Ranni (Republicanos), solicitou para que a prefeita de Poá Marcia Bin, pudesse colocar os templos religiosos como serviços essenciais na cidade de Poá.

Outro momento da sessão, que gerou debate entre os parlamentares, foi as críticas ao preso abusivo da passagem em Poá e os serviços realizados de forma precária pela Radial.

Dentre os críticos, o parlamentar Tio Deivão (PL) reiterou que é favorável a instauração de uma CEI para apurar contratos e a qualidade do serviço prestado pela radial. O vereador Marcílio Duarth (PL) também criticou a radial e o abusivo preço da passagem, assim como Edinho do Kemel (Podemos) e Jilmara Kirino (Avante).