Turismo: André do Prado diz que Poá, ao contrário de Mogi e Guararema, será prejudicada pelo Estado
O deputado entrou com uma emenda reinserindo Poá entre as Estâncias Turísticas do Estado/ Foto: Divulgação
Instituto Nacional de Tecnologia e Saúde

Questionado pelo Jornal Oi sobre a iniciativa (projeto) do governo de Estado de São Paulo de mexer na classificação dos Municípios de Interesse Turístico (MITs) e Estâncias Turísticas do Estado, o deputado estadual André do Prado (PL) falou sobre a situação das cidades de Mogi das Cruzes, Guararema e Poá.

Confira:

Jornal Oi – Faz  quanto tempo que o deputado tem conhecimento do teor do projeto de Lei Estadual 582/2021 que prevê alterações na legislação que classifica os Municípios Turísticos do Estado de São Paulo, e que poderá afetar Mogi, Guararema e Poá?

Jornal Oi – Quais medidas o deputado colocou em prática para evitar a desclassificação dessas cidades e o prejuízo financeiro?

Deputado André do Prado: Tive conhecimento do teor do projeto quando ele foi encaminhado para a Assembleia Legislativa. Para Mogi das Cruzes e Guararema, ele não terá nenhum efeito porque continuarão sendo Municípios de Interesse Turísticos (MIT).

No entanto, a proposta da Secretaria de Turismo é reclassificar Poá como Município de Interesse Turístico.

Para evitar isso, entrei com uma emenda reinserindo o município entre as estâncias turísticas do Estado.

Vou lutar até o final para que Poá permaneça como Estância e possa continuar recebendo os investimentos para o turismo e para a infraestrutura.

Jornal Oi  – O senhor avalia que algumas dessas três cidades merecem perder o reconhecimento em razão da falta de investimentos das prefeituras e de resultados turísticos ou não? Explicar.

Deputado André do Prado: Pelo contrário. Acredito muito no potencial da região, que tem atrativos turísticos diversos e que poderá ser um setor econômico importante para gerar empregos e renda à população. Por isso, vou lutar para que Poá permaneça como Estância.

Jornal Oi – O que o senhor e as prefeituras poderão fazer para evitar mais esse prejuízo para a região que poderá acabar de vez com qualquer tipo de projeto turístico?

Deputado André do Prado: Vamos lutar na Assembleia Legislativa e junto ao Governo do Estado até o fim, buscando alterar a redação do Projeto de Lei 582/2021 para que Poá permaneça como estância.

Além disso, vamos dialogar com a Secretaria de Turismo e Viagens para que eles entendam a importância e o merecimento desse título para o município, buscando mostrar que essa foi uma decisão equivocada.