Temperatura deve chegar a 3 graus e Suzano reforça ações para proteger as pessoas contra o frio
Suzano, como o jornal Oi já revelou, tem uma estrutura e um serviço que pode ser considerado referência na região/ Foto: Wanderley Costa/Secop Suzano
Prefeitura de Guararema

Na tarde desta quarta-feira, 28, o Jornal Oi questionou o governo de Suzano sobre eventuais reforços na estrutura de apoio e atendimento aos moradores de rua e pessoas carentes por causa do frio intenso que nas próximas horas poderá derrubar a temperatura para 3 graus.

Suzano, como o jornal Oi já revelou, tem uma estrutura e um serviço que pode ser considerado referência na região.

Confira a seguir os esclarecimentos do governo:

Jornal Oi – Quais temperaturas estão previstas para a cidade até sexta-feira?

Jornal Oi – O que foi ou pode ser ampliado na estrutura de atendimento de moradores de rua em razão do frio intenso esperado para os próximos dias?

Jornal Oi – Qual a capacidade de atendimento hoje?

Jornal Oi – O que é oferecido pela Prefeitura para as pessoas que aceitam atendimento social por causa do frio?

Jornal Oi – Haverá alguma ação especial nestes próximos dias no que se refere à doação de cobertores e agasalhos para famílias carentes?

Os esclarecimentos do governo de Suzano 

A Prefeitura de Suzano conta com o serviço emergencial de acolhimento para pessoas em situação de rua.

Até a última semana, o atendimento era realizado no Complexo Poliesportivo Paulo Portela. Agora está disponível no imóvel que abrigava o antigo Restaurante Popular, na rua Dr. Felício de Camargo, 630, no centro da cidade.

Assim como no local anterior, são oferecidas 120 vagas, das quais 55 estão ocupadas atualmente.

Qualquer interessado pode ir diretamente até a unidade, gerenciada pela Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, 24 horas por dia.

A pasta também conta com outras 50 vagas no Centro Social Bom Samaritano, com quem é mantido convênio e para onde a pessoa pode ser direcionada se for necessário.

Quanto ao apoio prestado nas ruas, a pasta destaca que equipes multidisciplinares do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) são responsáveis pelas abordagens.

O serviço tem ocorrido semanalmente, em pontos estratégicos, principalmente nos dias em que a previsão do tempo aponta para queda de temperatura.

O trabalho prioriza o diálogo, com o principal objetivo de sensibilizar as pessoas em situação de rua para que aceitem o acolhimento. Em caso de negativa, um cobertor e um kit de higiene são oferecidos.

Por meio da abordagem feita pelo Creas, é possível identificar as pessoas em situação de rua, entender suas demandas mais urgentes e indicar e viabilizar atendimentos disponíveis.

A administração municipal também tem o Consultório de Rua, por meio do qual o indivíduo tem acesso a serviços de Saúde e outros.

A Defesa Civil do Estado já emitiu alerta sobre quedas bruscas de temperatura ao longo da semana.

A previsão do tempo para Suzano indica: hoje (28/07) com mínima de 9°C e máxima de 15°C; amanhã (29/07) com mínima de 5°C e máxima de 12°C; e sexta-feira (30/07) com mínima de 3°C e máxima de 13°C.

Além disso, o Fundo Social de Solidariedade de Suzano dá andamento à Campanha do Agasalho de 2021.

No entanto, na edição deste ano, que tem o slogan “Compartilhe Seu Calor Humano”, o órgão municipal apenas recebe e entrega doações de cobertores novos e não roupas usadas, como forma de evitar riscos de contaminação do novo coronavírus (Covid-19).

Desde 16 de junho, cerca de 1,8 mil peças já foram arrecadadas e mais de 300 famílias beneficiadas.

Interessados em retirar ou doar cobertores pode entrar em contato pelo telefone (11) 4745-2188, em dias úteis, das 8 às 17 horas.

O Fundo Social de Solidariedade está localizado no Paço Municipal, que fica na rua Baruel, 501, sala 224, no centro de Suzano.