Tenda Atacado

O governo do Estado de SP iniciou a campanha de vacinação contra o Covid nos profissionais da educação no final da manhã deste sábado, 10, em Suzano.

A primeira profissional vacinada foi a merendeira Silmara de Moraes, 51 anos. Ela trabalha na escola estadual Raul Brasil que fica centro da cidade.

A escola foi alvo de um massacre no dia 13 de março de 2019. No ataque praticado por dois ex-alunos ao menos oito pessoas foram mortas. Silmara, que trabalha na unidade escolar faz 11 anos, ajudou a esconder 50 estudantes na cozinha durante o ataque.

O governador João Doria acompanhou o início da vacinação na Escola Estadual Professor Raul Brasil. Ele afirmou que os imunizados deste sábado são os primeiros do estado e do país que trabalham com educação. De acordo com o governo do Estado podem receber a vacina apenas servidores da educação com mais de 47 anos que tenham feito cadastro no site Vacina Já e recebido a confirmação do sistema, que valida o registro e gera um código, que deverá ser apresentado nas unidades de saúde dos municípios.

A validação é feita por secretários ou diretores das escolas ou unidades às quais os servidores são associados. Para a inscrição, o servidor deve entrar com dados de número do CPF, nome completo e e-mail.

Em seguida, ele receberá um link no e-mail indicado e será necessário validá-lo para dar continuidade ao cadastro. Depois de validar o e-mail e o registro inicial, o profissional deve confirmar os dados pessoais e apontar nome da escola, rede de ensino, município e cargo ocupado.

Para as redes municipais, particulares e federal também é necessário anexar os holerites dos meses de janeiro e fevereiro. A campanha de vacinação dos educadores com mais de 47 anos será oficialmente iniciada em Suzano e em outras cidades da região a partir desta segunda-feira, 12.