Semana do Microempreendedor Individual vai até esta sexta-feira na prefeitura mogiana
Até esta sexta-feira, no saguão da Administração Municipal, será realizado o atendimento para regularização de MEIs, das 9 às 16 horas/ Foto: Divulgação
Prefeitura de Mogi das Cruzes

A Semana do Microempreendedor Individual está em andamento no prédio da prefeitura de Mogi das Cruzes (avenida Narciso Yague Guimarães, 277) e vai até esta sexta-feira, 20.

A ação oferece atendimento aos empreendedores, além de palestras e curso de organização dos negócios. São serviços direcionados aos 13.039 mil MEIs cadastrados no município, que contribuem para aquecer a economia com geração de empregos e de renda.

A programação do evento foi elaborada para atender todos os pontos de interesse dos microempreendedores e tem como parceiros o Sebrae, a UMC, a Braz Cubas, o Sincomércio e a Associação Comercial, além da Associação de Empresas Contábeis e o Mogi Conecta.

A Semana do Microempreendedor Individual é de grande importância para os empreendedores que desconhecem suas obrigações e acabam irregulares perante a Receita Federal e até acumulando dívidas.

Até esta sexta-feira, 20, no saguão da Administração Municipal, será realizado o atendimento para regularização de MEIs, das 9 às 16 horas.

Haverá ainda ciclos de palestras e orientação às 10, 12 e 14 horas. Também entre os dias 17 e 20, o Sebrae oferecerá orientações sobre organização de negócios, com habilitação para o Banco do Povo.

Para ser atendido, é necessário estar com os documentos pessoais, senha da conta Gov.br e espelho do IPTU.

As palestras darão orientações sobre como fazer a declaração anual obrigatória para os MEIs, a declaração de renda de pessoa física e como contratar um funcionário, além de informações sobre a obtenção de crédito no Banco do Povo.

Quem quiser, pode trazer o celular ou notebook para aprender a fazer a declaração durante o evento. Já o curso de organização de negócios vai tratar de pontos como formação de preço, fluxo de caixa e marketing digital.

MEIs

Microempreendedor Individual (MEI) é a pessoa que trabalha por conta própria e que se legaliza como pequeno empresário.

A Lei Complementar nº 128, de 19/12/2008, criou condições especiais para o MEI, desde que atenda a algumas condições.

São elas ter faturamento limitado a R$ 81 mil por ano; não participar como sócio, administrador ou titular de outra empresa; contratar no máximo um empregado; e exercer uma das atividades econômicas previstas no Anexo XI, da Resolução CGSN nº 140, de 2018, o qual relaciona todas as atividades permitidas ao MEI.

Para conseguir todos os benefícios que um MEI tem direito, como aposentadoria, auxílio doença, licença maternidade, entre outros, é preciso apenas pagar a contribuição mensal (DAS) em dia.

O DAS é o Documento de Arrecadação do Simples Nacional. O pagamento deve ser feito no próprio Portal do Empreendedor.