Secretaria e Conselho de Cultura de Suzano promovem encontro com a classe artística nesta terça
O evento acontecerá a partir das 18h30, no Teatro Municipal Dr. Armando de Ré, recebendo até cem pessoas, por ordem de chegada. A medida segue as diretrizes sanitárias frente à pandemia do novo coronavírus/ Foto: Irineu Junior/Secop Suzano
Instituto Nacional de Tecnologia e Saúde

A Secretaria de Cultura de Suzano, em parceria com o Conselho Municipal de Política Cultural (CMPC), promove nesta terça-feira, 5, um encontro com a classe artística da cidade.

O evento acontecerá a partir das 18h30, no Teatro Municipal Dr. Armando de Ré (rua General Francisco Glicério, 1.354 – centro), recebendo até cem pessoas, por ordem de chegada. A medida segue as diretrizes sanitárias frente à pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Nomeada como “Encontro Municipal de Cultura”, a ação é uma proposta da pasta e do CMPC, com o objetivo de realizar uma prestação de contas do que foi feito ao longo de 2021 e introduzir as ações previstas para 2022.

Todo o trabalho terá participação do secretário municipal de Cultura, o vice-prefeito Walmir Pinto, dos coordenadores de linguagens da pasta e dos membros do conselho.

De acordo com a presidente do CMPC e coordenadora de Dança da Prefeitura Suzano, Márcia Belarmino, o encontro municipal acontece em um momento em que o conselho está organizado e já teve seus primeiros encontros, ao passo em que deverá suprir uma demanda da secretaria, visando atender a classe em dialogar com o poder público.

“Tanto a Secretaria Municipal de Cultura quanto o CMPC entendem que o diálogo com a base é de extrema importância. Por mais que os órgãos sejam formados por representantes de cada setor cultural, é importante nos reunirmos para ouvir e apresentar para a nossa classe artística o que foi realizado ao longo de 2021, o que ainda será feito esse ano e que está previsto para 2022”, explicou

Para o vice-prefeito Walmir Pinto, o encontro reforça o perfil aberto que a gestão tem para debater com a classe do município.

“Sem diálogo com a base não há construção coletiva. Sem construção coletiva não há políticas públicas que fortaleçam a representatividade. Por isso, esse encontro é tão importante, porque se queremos fazer uma gestão para a classe e para usuários dos serviços oferecidos pela cultura, precisamos ouvir”, destacou.

CMPC

O Conselho Municipal de Política Cultural foi eleito em agosto de 2021 e tem ao todo 16 conselheiros e 16 suplentes, sendo proporcionalmente composto por representantes da sociedade civil e do poder público.

Depois de empossado, o colegiado votou num grupo representante formado por um presidente e um vice; um secretário e um vice.