Saulo Souza diz que condenações de ex-prefeitos não surpreendem e que essas foram as primeiras de uma ‘fila’
Confira abaixo o posicionamento do ex-vereador Saulo Souza/ Foto: Divulgação
Colégio Eduki

A reportagem do Jornal Oi segue questionando lideranças políticas de Poá sobre a condenação dos ex-prefeitos Marcos Borges e Gian Lopes por improbidade administrativa.

Nessa quarta-feira, 5, o Jornal Oi destacou as considerações do ex-vereador Marinho do Jornal (PROS).

O primeiro político entrevistado sobre o assunto afirmou em curtas palavras que a carreira política de Gian Lopes ‘já era’ em razão da condenação imposta pela Justiça e também por conta da derrota na disputa pela reeleição no ano passado.

Nesta quinta-feira, 6, a reportagem destaca os posicionamentos do ex-vereador e ex-candidato a prefeito de Poá, Saulo Souza (Avante). Ele garantiu não ter sido pego de surpresa com a condenação dos ex-prefeitos.

Foram questionados também a prefeitura de Poá, o presidente da Câmara, Diogo Pernoca, e o vereador Edinho que está afastado de suas funções após ser diagnosticado com a Covid-19.

Confira abaixo o posicionamento do ex-vereador, Saulo Souza (Avante):

Jornal Oi – Para o senhor a condenação dos ex-prefeitos por improbidade foi uma surpresa ou não? Por quê?

Saulo Souza: Nenhuma surpresa. São de conhecimento público esta e outras irregularidades que estão em fase denúncia ou condenação. Infelizmente esta condenação é só o início da fila.

Jornal Oi – A Câmara e os vereadores da legislatura passada não foram omissos em relação a essa prática?

Jornal Oi – O senhor chegou a denunciar esses contratos irregulares alguma vez?

Saulo Souza: Pelo contrário, esta condenação após denúncia do Ministério Público só reforça a importância do vereador ser independente para fiscalizar o executivo, bem como, também, a importância de cidadãos comuns recorrerem aos órgãos fiscalizadores diante do mau uso do dinheiro público. A justiça tem seu ritmo próprio, mas a verdade um dia vem e a conta chega.

Jornal Oi – Essa condenação em sua avaliação inviabiliza a carreira política do ex-prefeito Gian Lopes?

Saulo Souza: Quem pode dizer isto é a Justiça e a população de Poá.

Jornal Oi – Que lição os políticos de Poá precisam aprender com essas condenações?

Saulo Souza: Nas últimas décadas todos os prefeitos de Poá, inclusive a prefeita atual, tiveram as contas reprovadas, estão respondendo a processos ou já foram condenados.

Este passado dramático nos trouxe até aqui. Eu quero continuar lutando, quero continuar fazendo parte de uma nova geração que vem surgindo e que acredita num outro tipo de futuro, numa outra história para nossa Poá, onde a vida pública é para quem deseja servir e não para quem deseja ser servido.