Hospital Santa Maria e Einstein firmam parceria para apresentar, em 24 horas, os resultados dos exames do coronavírus
Ficaram mantidos os leitos de isolamento respiratório que não permitem a saída de ar do ambiente para as demais dependências do hospital/ Foto: Divulgação
PREFEITURA MUNICIPAL DE MOGI DAS CRUZES

A diretoria do Hospital Santa Maria de Suzano confirmou nessa sexta-feira,6, a consolidação de uma parceria com o Hospital Israelita Albert Einstein para a realização de exames de detecção do novo coronavírus, aperfeiçoando desta maneira a estrutura disponibilizada aos seus pacientes diante da epidemia.

A partir de agora, frente a casos suspeitos a partir de avaliação médica, seguindo os protocolos relacionados aos critérios epidemiológicos – paciente que apresenta sintomas característicos da doença, viajou para países considerados de risco ou manteve contato com outras pessoas nestas condições -, o Hospital Santa Maria enviará as amostras para o Hospital Albert Einstein, que segue a mesma metodologia e tecnologia do Instituto Adolfo Lutz quanto ao diagnóstico.

O resultado será divulgado em aproximadamente 24 horas – atualmente, o prazo médio no Adolfo Lutz é superior por conta da alta demanda -, o que será decisivo para a adoção de medidas recomendadas pelo Ministério da Saúde em relação aos pacientes, contribuindo de maneira decisiva para o sistema de atendimento de Suzano e todos os municípios do Alto Tietê.

A transmissão mais rápida dos dados permite, segundo ressaltou a diretoria do Hospital Santa Maria, a elaboração de estratégias das secretarias municipais de saúde e demais órgãos governamentais envolvidos no combate e prevenção ao novo coronavírus na Região.

Esta contribuição, destaca ela, reforça o compromisso com a eficiência e segurança em assistência médica e hospitalar, sempre estendendo seus resultados em benefício de toda a população.

Os diretores voltaram a ressaltar que não existem razões para preocupações excessivas de pacientes e colaboradores porque rígidos protocolos foram adotados antes mesmo do surgimento dos primeiros casos confirmados.

A Comissão de Controle de Infecções Hospitalares está pronta e capacitada para todas as circunstâncias relacionadas a doenças virais.

Ficaram mantidos os leitos de isolamento respiratório que não permitem a saída de ar do ambiente para as demais dependências do hospital.

Além disso, os colaboradores de todas as áreas participaram de treinamento prático e simulação de atendimento e vêm sendo atualizados sobre os novos protocolos, seguindo a evolução dos casos.