Roberto de Lucena tem as contas da campanha eleitoral de 2018 aprovadas. 2020 foi mais um ano de sucesso para o Podemos em Mogi e região
Lucena revelou estar confiante no sucesso de todas as administrações que terão lideranças políticas do Podemos e ressaltou que não medirá os prefeitos e vice-prefeitos que foram eleitos com o seu apoio/ Foto: Divulgação
Tenda Atacado

A prestação de contas do deputado federal Roberto de Lucena, referente à campanha eleitoral de 2018, foi aprovada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), durante sessão ocorrida no último dia 10 de dezembro.

Para o relator, ministro Tarcísio Vieira de Carvalho, os apontamentos feitos não indicaram dolo e, aplicada a regra da proporcionalidade, não justifica a reprovação das contas.

“Foi uma campanha difícil que seguiu um novo formato. Apesar das dificuldades encontradas, nossos argumentos foram considerados, as dúvidas sanadas, e o mais importante: ficou claro de que não houve  dolo em qualquer um dos apontamentos”, destacou.

O deputado do Podemos está em seu terceiro mandato consecutivo e neste ano de 2020 pode comemorar um crescimento muito importante do seu partido na região do Alto Tietê.

Em conversa com a reportagem do Jornal Oi, o deputado falou de suas expectativas para os mandatos dos prefeitos que foram eleitos no último mês de novembro com o apoio do Podemos ou com integrantes da legenda na chapa, como ocorreu nas cidades de Itaquaquecetuba e Arujá.

Em Itaquá o prefeito Eduardo Boigues (PP), eleito no primeiro turno, terá como vice uma liderança do Podemos (no caso o vereador Vando Estouro).

Em Arujá o eleito foi o advogado Dr. Luiz Camargo (PSD), sendo que o vice também é do Podemos (Betinho).

Na cidade de Santa Isabel foi eleito o atual vice-prefeito e médico Carlos Chinchilla (PSL) que teve grande apoio de Lucena.

Por fim, o vereador Caio Cunha do Podemos foi eleito prefeito no segundo turno em Mogi das Cruzes onde o grupo político do atual governo (Marcus Melo) e do deputado federal Marco Bertaiolli era considerado imbatível.

Lucena revelou estar confiante no sucesso de todas as administrações que terão lideranças políticas do Podemos e ressaltou que não medirá os prefeitos e vice-prefeitos que foram eleitos com o seu apoio.

Importante que Lucena também teve um ótimo final de 2019 (politicamente falando) quando garantiu junto ao Ministério da Saúde a liberação de R$ 35 milhões para a construção de um Hospital Municipal em Arujá.