Pela primeira vez, o governador de São Paulo, João Doria, confirmou que pretender ser o candidato do PSDB a presidente da República em 2022.

“Vamos disputar as prévias, respeitando todos os candidatos. Mas vamos trabalhar para vencer. E somar forças com todos para fortalecer a candidatura do PSDB. E ajudar o Brasil”, afirmou o governador em entrevista para a Folha de São Paulo.

O anúncio formal foi feito logo após a definição das regras para realização de prévias na sigla, na qual a posição de Doria por universalidade no peso do voto dos filiados foi derrotada.

Se as prévias fossem hoje, Doria enfrentaria o senador Tasso Jereissati, o governador Eduardo Leite e o ex-prefeito de Manaus Arthur Virgílio. As prévias do PSDB devem ocorrer em novembro deste ano.

Doria deve enfrentar resistência dentro do próprio partido, haja vista, que o deputado federal Aécio Neves, vem defendendo que o PSDB abra mão da candidatura própria.

Essa é a primeira vez que Doria assume publicamente sua pretensão.