Instituto Nacional de Tecnologia e Saúde

A prefeita poaense Marcia Bin esteve reunida com vereadores na tarde desta quinta-feira (09/09), para apresentar a eles os motivos causados pelas administrações anteriores que colocaram o município de Poá sob o risco iminente de perder o título de Estância Turística. Os vereadores tiveram acesso as informações, bem como a ordem cronológica que teve início em 2015 com o início do processo de ranqueamento das estâncias, feito pelo Governo do Estado, e término no dia 04 de outubro de 2020, quando foi encerrado o período de cadastramento junto à plataforma digital do Estado. O objetivo é unir forças para evitar esta perda considerada desastrosa para a cidade.

Acompanhada pelo secretário de Cultura, Esportes e Turismo, Ariel Borges, pelo chefe de Gabinete, Bruno Kim, e pelo diretor da secretaria de Obras Públicas, Afonso Xiol, a chefe do Poder Executivo conversou com os vereadores David de Araújo Campos, Emerson Amorim Cassiano dos Santos, José Fabricio de Oliveira, Lucas Alves Ferrari e Patrícia Bin de Sousa Sanches sobre as falhas das gestões passadas, bem como as ações já adotadas pela administração municipal com o objetivo de
reverter a situação da cidade.

“Convidamos os 17 vereadores que compõem a atual Legislatura para esta reunião, mas infelizmente não foi possível contar com a presença de todos. Realizamos a apresentação dos fatos aos presentes para que tenham a exata informação da real situação, em virtude da falta de responsabilidade e comprometimento das administrações passadas. O material apresentado para os vereadores será encaminhado para os legisladores que não puderam estar presentes, pois estamos atuando com transparência e queremos que todos tenham conhecimento do problema que estamos enfrentando”, afirmou a prefeita Marcia Bin.

De acordo com o material apresentado pelo diretor Afonso Xiol, a falta de gestão dos investimentos na área do turismo e as informações equivocadas que foram enviadas pelas gestões passadas ao Governo do Estado, assim como a perda do prazo de cadastro do ranqueamento, resultaram na situação delicada a qual a cidade se encontra.

Para tentar reverter a situação, a prefeita Marcia Bin já esteve reunida com o secretário de Desenvolvimento Regional, Marcos Vinholi, bem como representantes da Prefeitura também estiveram em reunião na Secretaria Estadual de Turismo e Viagens, com a finalidade de obter o máximo de informações possível. Além disso, a administração municipal vai apontar lacunas existentes na plataforma digital do Estado como, por exemplo, a falta de informações sobre critérios de avaliação e pontuação que deixam o processo com dúvidas sobre a classificação do ranqueamento. Uma sindicância interna também será aberta nos próximos dias para identificar os culpados pelas falhas ocorridas nas gestões anteriores.

“Além de apresentar o problema e as ações já adotadas, também pedimos aos vereadores que acionem os deputados dos seus respectivos partidos. O momento agora é de unir forças, pois com a perda do título de Estância Turística, também perdemos cerda de R$ 4 a 5 milhões de investimentos do Governo Estadual, por ano, valor este que para um município que luta para reequilibrar a sua saúde financeira, fará muita falta”, finalizou Marcia Bin.