Para as outras regiões tudo, para os ‘vira-latas’ nada. Governo de SP entrega umas migalhas para Ferraz e lideranças da região comemoram. Isso é uma vergonha
O que aconteceu em Ferraz nesta quinta-feira deveria envergonhar as lideranças políticas da cidade e da região, que mais uma vez ‘passaram um pano’ para o vice-governador ao não cobrarem soluções e investimentos/ Foto: Bruno Arib
Prefeitura de Suzano

O vice-governador e pré-candidato ao governo do Estado de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB), cumpre extensa agenda neste sábado, 24, em São José do Rio Preto, Fernandópolis, Parisi, Votuporanga e Neves Paulista, onde inaugura Creche Escola e sede de companhia da Polícia Militar e faz anúncios de obras, repasses e convênios do meio ambiente, da habitação, da agricultura, de infraestrutura e de logística.

Ainda de acordo com a assessoria de imprensa do Palácio dos Bandeirantes, Rodrigo Garcia também entrega vouchers do programa Alimento Solidário.

Estamos destacando a agenda do vice-governador para este sábado para compará-la com a ‘agenda’ do vice-governador na região do Alto Tietê, ou melhor, ou pior, agenda de Rodrigo Garcia em Ferraz na última quinta-feira, 22.

O vice-governador esteve em Ferraz para reinaugurar uma ala no Hospital Regional da cidade e aproveitou para autorizar e anunciar algumas ações sociais.

O vice-governador não visitou nenhuma outra cidade do Alto Tietê e nem anunciou (durante o tempo em que esteve em Ferraz) nada de relevante para as cidades da região.

A visita do vice-governador em Ferraz, quando comparada com a visita que Rodrigo Garcia faz neste sábado para várias cidades do Interior do Estado, deixa muito claro que o governo estadual segue tratando a região do Alto Tietê com sempre tratou: com migalhas e bastante desrespeito.

Infelizmente a região do Alto Tietê segue sofrendo as consequências de seu complexo de vira-latas, sempre aceita qualquer coisa do governo do Estado e mesmo quando é destratada, ignorada e esnobada abana o rabo, ou melhor, bate palmas para o governador de plantão.

O que aconteceu em Ferraz nesta quinta-feira deveria envergonhar as lideranças políticas da cidade e da região, que mais uma vez ‘passaram um pano’ para o vice-governador ao não cobrarem soluções e investimentos.

Para ficar somente em dois exemplos, destacamos que as lideranças não questionaram o vice-governador sobre a alça ao Rodoanel em Suzano e nem sobre o projeto de pedágios nas rodovias Mogi-Dutra e Mogi-Bertioga. Sem novidades. Lamentável.