Os brasileiros merecem um Brasil melhor. É desesperador constatar que em países sérios a Covid está sendo eliminada e a vida voltando ao normal
Jogo da Eurocopa com a presença de público no lendário estádio de Wembley na Inglaterra/ Foto: Divulgação

Neste domingo, 13, mesmo quem só tem acesso aos chamados canais abertos de televisão teve a oportunidade de assistir dois eventos esportivos com a presença de público.

Na França, final do torneio de tênis de Roland Garros foi assistida ao vivo por milhares de pessoas na quadra central e por milhões e milhões de pessoas mundo a fora.

No mesmo horário, em outro canal de TV, foi transmitido ao vivo um jogo da Eurocopa também com a presença de público no lendário estádio de Wembley na Inglaterra.

Assistir esses dois eventos no domingo deve ter causado sentimentos de indignação e revolta em muitos brasileiros que ainda sofrem com as restrições impostas pelos governantes para evitar ao avanço da pandemia de Covid.

Estádios e arenas esportivas continuam vazios no Brasil – e também em outros países atrasados.

Sim, neste final de semana deu mais uma vez para nós brasileiros sentirmos o quanto o Brasil é um País atrasado.

No sábado, em vez de acelerar a vacinação o presidente da República e seus seguidores veio a SP passear de moto.

Nos programas policialescos como os do Datena da vida e da morte sempre o mais do mesmo: informações distorcidas, simplificações, obviedades.

No Jornal Nacional, ainda na noite de sábado, mais uma sessão de pânico e ataques à saúde mental de um telejornal que parece apostar no quanto pior melhor.

A soma de tudo o que vimos e ouvimos neste final de semana pode nos colocar em um beco sem saída e sofrendo ainda mais com o sentimento de impotência.

Infelizmente, neste final de semana mais que em outros, ficou claro que sobrevivemos em um País ‘terra arrasada’ onde tudo pode piorar sempre.

Como Deus é brasileiro e o povo não merece tanto desrespeito, ódio e descaso por parte das ‘autoridades’, na tarde de domingo, ao menos quem é do Estado de SP, teve uma informação positiva: a de que até setembro todos os adultos do Estado estarão vacinados contra a Covid.

Embora a fonte de onde partiu essa informação esteja mais preocupada em fazer política que em promover a vida e a esperança, está sendo possível (ao menos para os mais otimistas) sonhar que até final deste ano poderemos vivenciar por aqui (SP) o que moradores do primeiro mundo já estão curtindo: tomar a vacina e colocar a vida de volta no trilho da saúde e da normalidade.