o governo de Facebook do prefeito Chinchilla ignora e é ignorado por 99% do povo de Santa Isabel
Nesta reportagem o Jornal Oi revela ao povo de Santa Isabel o verdadeiro golpe que o novo governo está aplicando ao apostar cegamente na falta de transparência/ Foto: Divulgação
Instituto Nacional de Tecnologia e Saúde

O Jornal Oi inicia nesta semana uma série de reportagens exclusivas analisando o alcance e engajamento dos prefeitos/as de Facebook da região.

Desde o início do mandato, alguns chefes do executivo da região buscam ignorar a imprensa que possui o dever de comunicar os munícipes sobre os informes e ações do governo para adotar uma postura de “comunicadores” nas redes sociais.

Mais que ignorar a imprensa, tais prefeitos e outras lideranças políticas dão um verdadeiro tapa na cara dos eleitores e dos moradores de suas cidades, uma vez que por meio das redes sociais só falam do que querem e quando querem.

Os informes têm sido realizados, por alguns prefeitos da região, por vídeos nas redes sociais, fotos ou as famosas Lives.

A partir destes fatos, nasce a pergunta: será que essa comunicação atinge realmente 100% da população do município?

O Jornal Oi começa esse trabalho exclusivo e inédito na região pela cidade de Santa Isabel que vai completar 189 anos de fundação neste sábado, 10.

Mas principalmente para revelar ao povo da cidade o verdadeiro golpe que o novo governo está aplicando ao apostar cegamente na falta de transparência.

Na campanha eleitoral do ano passado, tanto o prefeito Carlos Chinchilla (PSL), quanto a sua vice, Terezinha Pedroso, prometeram fazer uma gestão diferente da comandada pela ex-prefeita Fabia Porto.

Mas na prática o atual governo colocou a prefeitura de Santa Isabel em outro patamar quando o assunto é falta de transparência e de respeito com a opinião pública.

A reportagem do Jornal Oi levantou três períodos diferentes para avaliar se o conteúdo das postagens do prefeito de fato é bom e qual porcentagem da população de Santa Isabel é alcançada com os posts no Facebook.

Os períodos levantados são referentes de 1 a 23 de janeiro, o período inicial do mandato; de 1 a 23 de março, período próximo aos cem primeiro dias de mandato; e 1 até 23 de junho deste ano quando os prefeitos estão alcançando os primeiros seis meses de gestão.

A reportagem categorizou os post em quatro diferentes segmentos: Lives, vídeos, fotos e informes de ações. Por último as publicações de cunho pessoal/particular. Para facilitar a vida dos leitores e seguidores o Jornal Oi coloca dois parâmetros de comparação.

O primeiro deles é que Santa Isabel possui hoje mais de 60 habitantes, segundo informações fornecidas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

A outra informação que serve para uma avaliação dos números (pífios) do prefeito nas redes sociais e o número de funcionários da prefeitura: são cerca de 1,4 mil servidores concursados e comissionados.

Dados obtidos no primeiro período analisado correspondente de 1 a 23 de janeiro foram desconsiderados os compartilhamentos ou publicações de terceiros na página do prefeito.

Neste período, o prefeito Dr. Carlos Chinchilla (PSL) publicou duas Lives, em 22 de Janeiro, para realizar um balanço inicial de mandato.

As duas Lives alcançaram a média de 365 curtidas e 52 compartilhamentos. Tais números, não representam 1% da população de Santa Isabel.

O prefeito publicou no mesmo período 31 vídeos, que correspondem aos informes da prefeitura, ações em bairros e anúncios de Covid-19.

Na média, cada vídeo alcançou 168 curtidas e 38 compartilhamentos. Novamente, o número alcançado não corresponde a 1% da população de Santa Isabel.

O prefeito publicou também, em suas redes sociais, 27 fotos de ações e idealizações pela cidade e alcançou a média de 164 curtidas e 17 compartilhamentos por post.

Por fim, Dr. Carlos Chinchilla publicou sete fotos de cunho pessoal com a média de 166 curtidas por foto e 14 compartilhamentos.

No total, neste período de 23dias em janeiro, o prefeito realizou 67 publicações, com a média de três por dia.

Dados obtidos no segundo período analisado entre 1 a 23 de março não foram contabilizados publicações de terceiros ou compartilhamentos do prefeito.

Neste período, o prefeito Chinchilla não realizou Lives em seu perfil oficial.

Diferente do primeiro período analisado, o prefeito de Santa Isabel publicou somente 20 vídeos e obteve um alcance razoavelmente melhor se comparado ao primeiro período com média de 186 curtidas e 90 compartilhamentos.

Neste período, a maioria dos informes em vídeo foi realizada sobre a situação da Covid-19 no município e conforme é possível notar pela média, o engajamento não atingiu 1% da população de Santa Isabel.

Foram publicadas 41 fotos referentes às ações e registraram uma queda na média de curtidas, caindo de 164 no primeiro período analisado para 75 e somente 11 compartilhamentos por post.

Neste período, somente uma publicação de cunho pessoal foi publicada pelo prefeito com 176 curtidas e 53 compartilhamentos.

No total, foram 62 publicações com média de três a cada dia do período analisado. O engajamento de todas não atingiu 1% da população de Santa Isabel.

Dados obtidos no terceiro período analisado entre 1 a 23 de junho não foram contabilizadas publicações compartilhadas ou de terceiros na rede social do prefeito.

Também no terceiro período, o prefeito Dr. Carlos Chinchilla não realizou Lives em suas redes sociais.

Foram publicados neste período, próximo de completar seis meses de mandato, 19 vídeos de ações pela cidade e registraram novamente uma queda de engajamento na média de curtidas e compartilhamentos. Desta vez, a média de curtidas foi de 138 e compartilhamento de 33.

O prefeito aumentou o número de publicações com fotos de ações ou informes sobre vacinação, com 52 posts, obtendo a média de 92 curtidas e 17 compartilhamentos, sendo um aumento do engajamento, todavia, os números não representam 1% da população de Santa Isabel.

Houve duas publicações de cunho pessoal. Na média, ambas tiveram 400 curtidas e 5 compartilhamentos cada.

Especialista comentou a análise realiza pelo Jornal Oi   

A reportagem do Jornal Oi entrou em contato com um especialista da região que realizou uma análise das métricas obtidas. O analista preferiu não se identificar, mas foi direto ao afirmar que as informações demonstram o baixo alcance do prefeito nas redes sociais.

Confira abaixo a análise realizada em off ao repórter Gabriel Souza 

“Aqui, no caso deste prefeito, não houve evolução nas redes sociais. Na verdade, ele esmoreceu. Começou o ano fazendo Lives e depois largou. A média de engajamento está mantida, mas ele aumentou um pouco as publicações e não conseguiu aumentar o engajamento. Então, ele não está andando nem para frente e nem para trás. Conforme o tempo passa, o empurra ele para trás. É como se fosse uma inflação do Facebook. Você aumenta os posts, mas não aumenta o engajamento/alcance proporcionalmente”.