Novo governo de Mogi se coloca à disposição do Sesc para a instalação da Unidade Provisória na cidade
De acordo com o governo Caio Cunha, a prefeitura de Mogi das Cruzes está acompanhando a instalação da unidade provisória do Sesc e vai apoiar a entidade no que se fizer necessário ao longo do processo/ Foto: Divulgação
Tenda Atacado

Neste início de 2021 o Jornal Oi questionou o novo governo de Mogi das Cruzes sobre o acompanhamento que a gestão do prefeito Caio Cunha (Pode) pretende colocar em prática em relação a instalação da Unidade Provisória do Sesc na área que foi doada pela prefeitura da cidade (em 2020) ao Sesc.

Lideranças da sociedade civil e políticas da cidade trabalharam nos últimos 20 anos para garantir a instalação do Sesc na cidade. Instalações definitivas deverão ficar prontas ao longo desta década.

As perguntas do Jornal Oi 

Jornal Oi – O novo governo de Mogi está acompanhando ou vai acompanhar a instalação da Unidade Provisória do Sesc na cidade?

Jornal Oi – O que está previsto ser instalado no primeiro semestre de 2021 na área do antigo Centro Esportivo do Socorro?

Jornal Oi – A prefeitura participa de alguma forma das obras/ações para essa instalação provisória?

Os esclarecimentos do governo mogiano

A prefeitura de Mogi das Cruzes está acompanhando a instalação da unidade provisória do Sesc e vai apoiar a entidade no que se fizer necessário ao longo do processo.

Segundo a lei que autorizou a doação da área do Centro Esportivo do Socorro, a partir da entrega do imóvel, oficializada em 11 de março de 2020, o Sesc tem 18 meses para o início das atividades de ocupação, mais três anos para a apresentação do projeto arquitetônico referente à instalação da unidade permanente, além de um prazo de cinco anos após aprovação do projeto pela Prefeitura para sua edificação.

A previsão, conforme anúncio do próprio Sesc, é de que a unidade provisória entre em funcionamento no primeiro semestre deste ano.

Também segundo a entidade, a instalação ocorrerá em fases e esta primeira etapa consiste na ocupação inicial, que envolve reformas e ajustes na estrutura já existente na área, para o início das atividades Sesc.