Prefeito de Mogi assina ordem de serviço para obra do Centro de Convenções do Parque Leon Feffer
“A construção deste Centro de Convenções acontecerá graças ao apoio do ex-prefeito e ex-deputado federal Junji Abe, que construiu o Parque Leon Feffer em sua primeira gestão e sempre trabalhou em prol do município", disse o prefeito Marcus Melo durante a assinatura da ordem de serviço para o início das obras/Foto: Ney Sarmento/PMMC
Aniversário Tenda Atacado

O prefeito de Mogi das Cruzes, Marcus Melo, assinou nesta terça-feira, 11, à tarde, no Parque Leon Feffer, a ordem de serviço para o início das obras do Centro de Convenções e Eventos, que será construído no local.

Com investimento de R$ 2.025.882,44 e prazo de execução de 12 meses, o equipamento terá 1.080 metros quadrados e será um novo espaço para receber eventos da variada programação cultural de Mogi das Cruzes.

Os recursos são do Ministério do Turismo, repassados ao município a partir de uma emenda do ex-deputado federal mogiano Junji Abe.

“A construção deste Centro de Convenções acontecerá graças ao apoio do ex-prefeito e ex-deputado federal Junji Abe, que construiu o Parque Leon Feffer em sua primeira gestão e sempre trabalhou em prol do município. Será uma obra que atrairá mais mogianos e também pessoas de outras cidades ao parque, pois vai melhorar muito a estrutura turística e lazer de Mogi das Cruzes como um todo”, disse Melo, ao lado de Junji Abe, do vice-prefeito Juliano Abe, dos secretários Romildo Campello (Gabinete e Ouvidoria Geral), Daniel Teixeira de Lima (Verde e Meio Ambiente) e Thiago Takeuchi (Obras), além do vereador Diego Martins, o Diegão.

Os recursos que garantirão o Centro de Convenções fazem parte do total de R$ 35,5 milhões em verbas federais e estaduais garantidas por Junji para Mogi das Cruzes ao longo de 4 anos e 11 meses (fevereiro de 2011 a janeiro de 2015, e fevereiro de 2018 a janeiro de 2019) como deputado federal. Foram beneficiadas áreas como saneamento, pavimentação, drenagem, saúde e transportes, entre outras

Junji falou sobre a importância da obra e relembrou a construção do Parque Leon Feffer. Inaugurado em 2002, tornou-se o primeiro parque urbano da história de Mogi das Cruzes.

“Foi algo emblemático. A cidade tinha o Parque Municipal, que já não podia receber visitas como um espaço urbano naquela época e era dedicado à educação ambiental. Então, procurando áreas, identificamos um espaço apropriado, que estava abandonado e com cavas de mineração. Sua ótima localização, às margens do Rio Tietê, foi mais um requisito positivo para a construção do novo parque, e a homenagem à família Feffer completou o processo que resultou na criação do Parque Leon Feffer”, recordou Junji.

A empresa vencedora da licitação pública para a construção do Centro de Convenções foi a Piacon Construtora.

O equipamento será construído próximo ao estacionamento e terá área de 1.084 metros quadrados.

A edificação terá dois blocos, sendo um grande galpão – o salão de eventos – com altura interna livre (pé-direito) de 6,25 metros e área de 750 metros quadrados, além de um bloco mais baixo para as áreas de apoio. Esse segundo bloco terá entrada coberta, hall e sanitários públicos (com acessibilidade), cozinha e áreas de apoio, depósito e vestiários de funcionários.

Viveiro de Mudas e Polícia Ambiental 

Reaberto ao público desde o dia 20 de julho, o Parque Leon Feffer funciona de segunda a sexta-feira, das 7 às 13 horas, e possui medidas de segurança reforçadas de prevenção contra o coronavírus, como pontos de distribuição de álcool gel, controle de público na entrada (máximo de 800 pessoas por dia) e faixas de orientação ao público.

Além disso, o parque vem incorporando novos equipamentos ao longo dos anos. Além do Viveiro de Mudas, reaberto em 2018 e que proporciona espécies gratuitas à população, o Leon Feffer passou a abrigar em julho a 5ª Companhia da Polícia Ambiental, que se mudou para lá após deixar a antiga sede, localizada no Centro Esportivo do Socorro, cuja área foi disponibilizada para o Sesc.

A localização estratégica do parque foi um ponto decisivo para a escolha da nova sede pela Polícia Ambiental, pois permite um rápido deslocamento para qualquer ponto da região, além de proporcionar acesso às principais vias do Alto Tietê, como a SP-66, a Avenida das Orquídeas, a Mogi-Dutra e mesmo a rodovia Mogi-Bertioga.

Outro equipamento importante que funciona no Leon Feffer é o Viveiro de Mudas. Por conta da pandemia, a doação de mudas do Programa Mogi Mais Verde vem acontecendo por agendamento.

Basta o cidadão fazer a solicitação e preencher a documentação, o que pode ser feito por via digital.

O telefone para informações, que também pode ser utilizado como whatsapp, é o 4798-5959.

As espécies mais procuradas são araçá, ipê, jatobás, aroeira-pimenteira, aroeira-salsa, cedro, jacarandá-mimoso, ingá, manacá-da-serra, paineira, pau-brasil, pitanga, quaresmeira, goiabeira e gabiroba, entre outras.