Meio Ambiente irá verificar situação das árvores e secretária de Arujá diz que não haverá remoção em massa
Segundo a secretária da pasta, Andreia de Oliveira Assis, a árvore que caiu terá que ser retirada devido à sua instabilidade e estado das raízes afetadas por brocas, visto que o local é ponto de alimentação, devido à presença dos food trucks e grande aglomeração de pessoas, porém, haverá um estudo da área para que o replantio seja feito/ Foto: Divulgação
Hospital Santa Maria

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Arujá continua a fiscalizar e verificar a situação das árvores da cidade. Haverá estudo das condições físicas do local e, também, para a indicação da espécie mais adequada para as áreas públicas.

As atividades de manutenção se iniciaram pela remoção dos galhos da seringueira, que caiu na avenida Amazonas na última segunda-feira, 11.

Segundo a secretária da pasta, Andreia de Oliveira Assis, a árvore que caiu terá que ser retirada devido à sua instabilidade e estado das raízes afetadas por brocas, visto que o local é ponto de alimentação, devido à presença dos food trucks e grande aglomeração de pessoas, porém, haverá um estudo da área para que o replantio seja feito.

A secretária também afirmou que, pelo fato da árvore ser antiga, a falta de vitaminas, presença de insetos e condições climáticas podem vir a ocasionar quedas.

“Temos comprometimento com a Cidade Natureza e não realizaremos uma remoção em massa e, sim, estudaremos cada árvore para tratá-la. Caso seja necessária a retirada, outra muda será plantada para garantir o equilíbrio. Enfim, as árvores do município serão estudadas para verificar as suas condições físico sanitárias e para ver se estão saudáveis”, pontua Andreia.

Solicitações

Caso o munícipe note algum perigo de queda, em sua residência ou invasão de galhos, é possível solicitar a remoção.

Basta entrar em contato com a Secretaria de Meio Ambiente, por meio do aplicativo eOuve, que pode ser baixado pelo celular. Para outras informações, o telefone da pasta é o 4653-1845.