Prefeitura de Guararema

O advogado e candidato à prefeitura de Arujá, Marcio Pereira Batista, 48, foi sabatinado nessa quarta-feira, 14, pelo Jornal Oi ao Vivo – Especial Eleições 2020 sobre suas ideias e projetos para melhorar os serviços públicos e qualidade de vida do povo arujaense.

Desde junho desse ano Arujá convive com o nome da cidade nas páginas policiais dos jornais e até em reportagens do Fantástico por causa da participação do crime organizado em setores do governo do prefeito José Luiz Monteiro e do vice-prefeito Marcio de Oliveira, que, inclusive chegou a ser preso em um desdobramento da operação Dinheiro Sujo.

Mario Pereira vai concorrer ao cargo de prefeito pelo PSB e no início da entrevista falou um pouco de sua trajetória e de sua participação na eleição à prefeitura de Arujá na eleição de 2012, quando ficou em segundo lugar na disputa.

O candidato também elogiou a iniciativa do Jornal Oi de convidar os concorrentes às prefeituras das cidades da região para apresentarem suas ideias e propostas e dessa forma facilitar a vida dos eleitores que irão às urnas no próximo dia 15 de novembro para escolher os prefeitos e vereadores que assumirão em janeiro de 2021 o mandato de quatro anos.

O advogado e candidato respondeu perguntas sobre os seus projetos para as áreas de saúde, segurança, desenvolvimento econômico e geração de empregos.

O concorrente do PSB disse que a construção do Hospital Municipal de Arujá será uma prioridade em seu governo, mas alertou para o fato de que o orçamento da prefeitura não é suficiente para garantir o custeio do novo equipamento de saúde e que esse desafio precisa ser tratado com muita responsabilidade e seriedade pela prefeitura.

“Não dá para candidato ficar prometendo coisas que não dá para resolver só na base da conversa, as pessoas já estão cansadas disso”.

Marcio Pereira também apresentou seus ideias para acelerar o desenvolvimento econômico da cidade e destacou que atualmente as empresas não têm  motivos para se instalar em Arujá em razão da falta de credibilidade do governo, da falta de qualificação da mão de obra e do excesso de burocracia e demora para a aprovação de projetos e liberação de documentos.

O advogado também apresentou ideias para melhorar o sistema de segurança pública no município.

Marcio Pereira acrescentou que o seu governo irá combater a corrupção para evitar que o nome de Arujá seja destruído, como está ocorrendo atualmente.

O candidato avaliou que a Câmara ‘dormiu’ e não cumpriu com a sua parte de fiscalizar o Poder Executivo e evitar que empresas ligadas ao crime organizado ‘prestassem serviços’ à prefeitura.

“Ainda teve o caso de vereador (no caso seria o vereador e candidato a prefeito do PT, Renato Caroba) que aproveitou todo esse escândalo para fazer politicagem. Fazendo uma denúncia que acabou sendo arquivada pela Câmara em vez de levar o caso ao Ministério Público”.

Marcio Pereira também alertou os eleitores de Arujá para casos de candidatos que estariam prometendo arrumar cargos na prefeitura para cerca de 200 candidatos a vereadores, no caso, para aqueles que não forem eleitos.

“As pessoas precisam ficar atentas com campanhas milionárias e promessas de renovação, pois as atitudes desses candidatos mostram que são iguais aos que estão destruindo Arujá”.

Confira toda a entrevista na íntegra: