Em entrevista ao ‘O Globo’, o ex-governador de São Paulo, Márcio França, afirmou novamente que a chance de Alckmin se candidatar a vice-presidente na chapa de Lula é de 99%.

“O tempo. Na política, acontecem muitas coisas que estão fora do traçado. Então, sempre existe risco. Por exemplo, eu não tenho muita convicção na candidatura do Bolsonaro. Ele não sendo candidato é uma alteração do jogo. Então, existe esse 1% para não dizer que está cravado”, afirmou Marcia França.

França ponderou que imaginava resistência de Alckmin sobre a possibilidade de uma possível candidatura a vice-presidência com Lula, entretanto, acredita que o ex-governador está adotando uma postura para criação de uma frente democrática pelo país.

“Eu converso mais com o Alckmin. Imaginava que ele pudesse ser mais resistente, pelo histórico. Mas eu acho que ele percebeu esse instante importante. Ele tem feito declarações de unidade brasileira, sobre uma frente democrática. É a sensação que ele tem dado publicamente. Sempre num certo caminho do que o interesse nacional estaria a cima dessa história de uma eventual disputa partidária.”

Durante a noite deste domingo, Geraldo Alckmin participou de um jantar em homenagem a Lula em São Paulo.