Lula segue com chances de derrotar Bolsonaro já no 1º turno. Moro precisa crescer e acabar de vez com as chances do ‘Mito’
A nova rodada da pesquisa Genial/Quaest mostra o candidato do PT outra vez com chance de vencer as eleições de outubro ainda no primeiro turno/ Foto: Divulgação
Campanha Tudo novo

O ex-presidente Lula (PT) registra a preferência de 45% do eleitorado contra 23% alcançados pelo atual presidente Jair Bolsonaro (PL) em uma sondagem de intenções de voto para as eleições deste ano.

Os números são da pesquisa do Instituto Quaest para a Genial Investimentos  divulgada nesta quarta, 12, conforme consta em reportagem publicada no site Congresso em Foco.

Esses percentuais correspondem às intenções de voto em um levantamento estimulado, isto é, quando são listados os nomes de possíveis candidatos.

A nova rodada da pesquisa Genial/Quaest mostra o candidato do PT, outra vez com chance de vencer as eleições de outubro ainda no primeiro turno.

Com relação à rodada anterior, porém, Lula caiu dois pontos percentuais no levantamento estimulado. Tinha 47% na rodada de dezembro. O mesmo aconteceu com o presidente Bolsonaro. Ele tinha 25% na rodada de dezembro, e caiu para 23%.

Ainda conforme a pesquisa divulgada nesta quarta, dentro do cenário estimulado, o ex-juiz Sergio Moro (Podemos) aparece com 9% das intenções de voto; Ciro Gomes (PDT) com 5%; o governador de São Paulo, João Dória (PSDB), com 3%; e a senadora Simone Tebet (MDB) acumulou 1%.

O presidente Senado, Rodrigo Pacheco (PSD) não pontuou. Brancos e nulos são 8%. Já o percentual de indecisos no cenário estimulado fica em 4%.

Os números são interessantes e indicam que os brasileiros conseguirão colocar o presidente Bolsonaro e tudo (ou o nada) que ele representa em seus devidos lugares na eleição deste ano: na lata do lixo da história.

É importante, no entanto, que o juiz parcial Sérgio Moro cresça nas pesquisas para tirar votos de Bolsonaro e garantir que, realmente, o atual presidente será evacuado do comando do País.