Julho Amarelo: Saúde de Suzano reforça importância da prevenção às hepatites virais
Testagem rápida e gratuita está disponível nas unidades básicas/ Foto: Wanderley Costa/Secop Suzano

Em alusão à campanha “Julho Amarelo”, voltada às ações de prevenção e controle das hepatites virais, a Secretaria Municipal de Saúde reforça a importância do tema na rede básica, que garante a testagem rápida e gratuita nas unidades de saúde, bem como o acompanhamento e tratamento dos casos.

O teste rápido para a hepatite viral tipo C ocorre por livre demanda na rede básica de Saúde e não requer qualquer encaminhamento prévio.

O atendimento leva cerca de 30 minutos, incluindo acolhimento, testagem e orientações pertinentes.

A principal forma de transmissão da doença é por contato sanguíneo, incluindo relações sexuais desprotegidas, sendo a maior epidemia da humanidade hoje, cinco vezes superior à AIDS/HIV, conforme dados do Ministério da Saúde.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Pedro Ishi, o diagnóstico precoce aumenta as chances de êxito no tratamento da doença que, muitas vezes, não apresenta sintomas, mas pode evoluir para quadros agudos, causando cirrose ou câncer de fígado, por exemplo.

“Hoje, a hepatite C é a principal causa de transplantes de fígado, então precisamos nos atentar à prevenção e ao diagnóstico, por meio da testagem rápida. Essa é uma doença silenciosa e mais comum do que imaginamos. A boa notícia é que tem tratamento, com os chamados antivirais de ação direta, oferecido gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS)”, explicou.

Já a hepatite B, que também é causada por vírus e pode ser transmitida por contato sanguíneo e via sexual, possui vacina disponível gratuitamente.

Só no primeiro semestre de 2021, de janeiro a junho, Suzano aplicou 5.316 doses do imunizante.

Para receber a aplicação, basta também comparecer à unidade de Saúde mais próxima e apresentar o Cartão SUS, documento original com foto e, se possível, a caderneta de vacinação.

“Vale lembrar que a prevenção é o melhor remédio. Então, para evitar essas e outras doenças transmitidas por contato sanguíneo precisamos seguir recomendações básicas, mas muito importantes. Entre elas está o uso preservativo nas relações sexuais e não partilhar objetos cortantes e perfurantes, como agulhas, alicates de unha e lâminas de barbear. Manter boas condições de higiene e saneamento básico também auxilia na prevenção a casos de hepatites A e E”, reforçou.

Acompanhamento

Em caso positivo, o paciente com hepatite viral é encaminhado para acompanhamento médico na rede, iniciando-se com o clínico-geral para posteriormente ser direcionado a um especialista, como hepatologista ou infectologista, por exemplo.

Ainda na rede básica, o paciente é orientado a realizar a testagem para outras doenças transmitidas por contato sanguíneo, como o teste rápido para HIV e Sífilis.

Suzano também conta com o Serviço de Atendimento Especial/Centro de Testagem e Aconselhamento (SAE/CTA), que é referência para casos de Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) e outras enfermidades.

A unidade está localizada na rua Otávio Miguel da Silva, 323, no Parque Suzano, região do Jardim Imperador, com expediente de segunda a quinta-feira, das 8 às 15 horas, e às sextas, das 8 horas ao meio-dia.

Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (11) 4741-2537 e (11) 4759-1722 – este último também atende pelo aplicativo WhatsApp.