Jornal Oi questiona o governo Caio Cunha sobre as ações e gastos com o esporte e descobre uma ‘caixa preta’ na Secretaria
A falta de respostas do governo mogiano indicam para o risco de o novo governo estar transformado a Secretaria de Esportes em uma caixa preta/ Foto: Divulgação

Na semana passada o governo de Mogi das Cruzes fez uma apresentação absolutamente precária de um projeto esportivo chamado Joga Junto Mogi.

Após ser questionado pelo Jornal Oi, a prefeitura acabou revelando que tal projeto só deverá ser colocado em prática em 2022.

Na mesma oportunidade em que cobrou do governo Caio Cunha um mínimo de transparência sobre o Joga Junto Mogi, a reportagem também solicitou informações básicas sobre as ações e gastos da Secretaria de Esportes nos primeiros cinco meses deste ano.

A falta de respostas do governo mogiano indicam para o risco de o novo governo estar transformado a Secretaria de Esportes em uma caixa preta.

Jornal Oi – Até o final do ano passado, qual foi o apoio da prefeitura para o time de basquete profissional?

Jornal Oi – E nos primeiros cinco meses deste ano qual foi o apoio da prefeitura ao time?

Jornal Oi – Nos primeiros cinco meses deste ano quais atividades/ações presenciais ou virtuais foram desenvolvidas pela Secretaria de Esportes e qual o alcance dessas atividades na cidade?

Jornal Oi – Qual foi o investimento da Secretaria de Esportes nos primeiros cinco meses deste ano com folha de pagamento, custeio dos equipamentos, repasses a clubes, associações e ligas de esportes na cidade?

Jornal Oi – Quanto a Secretaria efetivamente pagou e quanto ela empenhou de recursos nos primeiros cinco meses?

Jornal Oi – Qual é o orçamento da  Secretaria de Esportes para este ano de 2021?

Confira os precários esclarecimentos do governo de Mogi Caio Cunha 

A Secretaria Municipal de Esporte e Lazer informa ainda que as medidas de restrição necessárias para o enfrentamento da pandemia limitaram as atividades presenciais desenvolvidas pela pasta.

Por conta destas medidas e do atual estágio da pandemia, os centros esportivos estão fechados e o Parque da Cidade pode ser utilizado para atividades individuais.

Para atender os alunos, a Smel vem disponibilizando aulas por vídeos no projeto Parque da Cidade em Casa.

As aulas são ministradas por professores em vídeos curtos, disponibilizados no grupo de WhatsApp dos alunos do parque e publicadas no grupo destinado ao local no Facebook.