Investe Mogi abre cadastro de imóveis que poderão atrair novos investimentos para o município. Entenda
A plataforma Investe Mogi aproxima empresas ou empreendedores interessados em se instalar ou ampliar sua atuação no município com proprietários que têm imóveis que pode receber estes investimentos/ Foto: Divulgação
Tenda Atacado

A prefeitura de Mogi das Cruzes abriu um chamamento público para proprietários, imobiliárias e corretores de imóveis interessados em cadastrar áreas na plataforma Investe Mogi.

Podem ser disponibilizados imóveis e terrenos para venda ou locação com condições de receber indústrias, grandes empresas ou investimentos. O chamamento fica aberto até 31 de dezembro.

Podem ser beneficiadas áreas com possibilidade de receber a implantação de indústria, comércio atacadista, armazéns gerais, centros de distribuição ou condomínio empresarial, hotéis, hotéis-fazenda, centros e pavilhões de exposição, parques de lazer e temáticos. O imóvel deve ficar em Mogi das Cruzes.

Após o cadastramento da área, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Social faz a verificação das informações do imóvel antes de disponibilizá-lo no Investe Mogi.

A plataforma Investe Mogi aproxima empresas ou empreendedores interessados em se instalar ou ampliar sua atuação no município com proprietários que têm imóveis que pode receber estes investimentos.

A comercialização ou locação da propriedade é feita diretamente entre as partes interessadas, sem a participação da prefeitura.

As áreas cadastradas também ficarão disponíveis na plataforma Investe SP, do Governo do Estado, que faz o mesmo trabalho de disponibilização de imóveis em termos estaduais.

O acesso à plataforma Investe Mogi pode ser feito pelo endereço http://drti.pmmc.com.br/smdes_portal/portal/.

Já o cadastramento das áreas disponíveis pode ser feito pelo link http://drti.pmmc.com.br/smdes_ofertantes/ofertantes/login.php.