Guarda Ambiental de Itaquá resgata gambá e coruja buraqueira. Animais vão para o Parque do Tietê
Uma coruja conhecida como Buraqueira, no bairro Vila São Carlos e um gambá conhecido como Saruê, no bairro Maria Rosa foram encontrados pela Guarda Ambiental de Itaquá/ Foto: Divulgação
INTS – O Instituto Nacional de Tecnologia e Saúde

Os agentes da Guarda Ambiental de Itaquaquecetuba resgataram animais silvestres em dois pontos da cidade.

Uma coruja conhecida como Buraqueira, no bairro Vila São Carlos e um gambá conhecido como Saruê, no bairro Maria Rosa. A ação aconteceu depois que cidadãos acionaram a Guarda Ambiental.

A equipe da Guarda Ambiental foi até a rua Tupi, no bairro Vila São Carlos, depois de receber a informação de que havia uma coruja ferida.

O animal silvestre foi resgatado com a ajuda de uma rede e encaminhado para o Parque Ecológico do Tietê, onde passará por uma bateria de exames e, depois, já recuperada, solta na natureza.

Já o filhote de gambá, foi liberado em área de mata, nas proximidades do bairro Maria Rosa.

A coruja da espécie popular Suindara tem aproximadamente 55 dias de vida.

A possível causa do acidente foi uma queda do ninho e a perda da mãe, pois estava magra e com aparente fraqueza, possivelmente por não saber alimentar-se sozinha, de acordo com o secretário-adjunto do Meio Ambiente, Siclanei Castaldi.

“Itaquaquecetuba é uma região que contém muitas espécies, tanto na flora quanto na fauna. Com a proximidade da cidade é muito comum o encontro de animais silvestres. É muito importante que a população não pegue o animal quando avistar, pois pode colocar a saúde do animal e a própria em risco”, explica Castaldi.

O secretário de Segurança Urbana, Anderson Caldeira, conta que o filhote de gambá não estava ferido e por isso, foi solto.

“O filhote de gambá estava com sua saúde em perfeitas condições, por isso, foi solto, mas a recomendação é de que a população não deve se aproximar de animais silvestres. Sempre que avistar, acione o 153”, fala Caldeira.

A população pode pedir ajuda para a Guarda Ambiental no número 153.