Guararema abrirá nesta quarta-feira inscrições para curso de Processamento Artesanal de Leite
Durante as aulas, o participante aprenderá a transformar o leite em produtos como queijos, bebidas lácteas e fermentados/ Foto: Divulgação

A Secretaria Municipal de Emprego e Desenvolvimento Econômico de Guararema, em parceira com o Sindicato Rural de Jacareí e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-SP), abrirá nesta quarta-feira, 17, a partir das 8 horas, inscrições para o curso gratuito de Processamento Artesanal de Leite, em Guararema.

Com duração de 48 horas, divididas em aulas práticas e teóricas, o curso será realizado entre os dias 25 de fevereiro e 26 de março pela Escola Profissionalizante.

Durante as aulas, o participante aprenderá a transformar o leite em produtos como queijos, bebidas lácteas e fermentados.

Os participantes também vão descobrir a maneira correta de higienizar as mãos, local para o preparo, equipamentos, utensílios e a própria matéria prima.

O curso ensinará ainda como interpretar e cumprir a legislação para o processamento desses produtos.

Além das aulas, que serão realizadas na sede do Fundo Social de Solidariedade – rua Dona Laurinda, 193, Centro – o curso oferecerá o material que o aluno utilizará, a alimentação e, ao final do período, o certificado de conclusão.

Para realizar a inscrição, os interessados devem ir, a partir desta quarta (17), à Secretaria Municipal de Emprego e Desenvolvimento Econômico – rua Dezenove de Setembro, 127, Centro – com RG, CPF, comprovante de endereço, de segunda a sexta-feira, das 8 às 11h30 e das 13 às 16h30.

O cadastro também pode ser realizado pelo link https://forms.gle/rEyppcPyLWBNqdhL6. O acesso será liberado a partir de quarta-feira, 17.

A Secretaria Municipal de Emprego e Desenvolvimento Econômico reforça que as aulas presenciais atendem às diretrizes estabelecidas pelo Governo Federal e Estadual, Organizações de Saúde e prefeitura de Guararema.

Os protocolos de segurança sanitária e distanciamento social, medidas importantes para evitar a disseminação da Covid-19, serão seguidos rigorosamente.

Levantamento feito pela Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social junto ao Ministério da Cidadania, do governo federal, mostra que Suzano tem, atualmente, 13.660 beneficiários do programa Bolsa Família.

O valor repassado em janeiro deste ano foi de R$ 2.017.280,00, enquanto o montante acumulado de 2020 chegou a R$ 97.997.447,00.

A pasta explicou que não há uma estimativa de quantas famílias estariam aptas a receber o benefício ou mesmo à espera de serem incluídas porque o programa funciona também por iniciativa do cidadão em realizar a solicitação.

E mesmo o fato de fazer a requisição não é garantia de que a pessoa será enquadrada, uma vez que precisa atender aos critérios exigidos: a família deve estar em situação de pobreza (renda por pessoa entre R$ 89,01 e R$ 178,00) ou de extrema pobreza (renda por pessoa de até R$ 89,00 por mês) e ter em sua composição gestantes, mães que amamentam, crianças ou adolescentes até 17 anos.