Governo revela metas para retomar e acelerar o desenvolvimento econômico de Arujá. Cidade andou para trás nos últimos anos
Nesta entrevista exclusiva o secretário que já ocupou essa pasta entre 2011 e 2016 fala das estratégias e metas do novo governo para retomar e acelerar o desenvolvimento econômico da cidade/ Foto: Divulgação
Prefeitura de Guararema

O advogado, comerciante e ex-vereador, José Carlos Santos, foi indicado para comandar a Secretaria de Desenvolvimento Econômico  de Arujá no governo do atual prefeito Luis Camargo (PSD).

Nesta entrevista exclusiva o secretário que já ocupou essa pasta entre 2011 e 2016 fala das estratégias e metas do novo governo para retomar e acelerar o desenvolvimento econômico da cidade que desde o ano passado sofre com os efeitos da pandemia de Covid, com o escândalo revelado pela operação Dinheiro Sujo e desemprego acima da média das outras cidades da região.

Jornal Oi – Quais são os cinco principais desafios e metas da Secretaria de Desenvolvimento de Arujá para os próximos anos?

Secretário de Desenvolvimento Econômico, José Carlos Santos: Modernização da legislação municipal para desburocratizar a abertura de empresas; Reforma do Posto de atendimento ao Trabalhador; Criação de um aplicativo  para  modernizar a busca  por Emprego pelos trabalhadores, dentro de um sistema 100% Digital; Criação da Escola de Inovação e Empreendedorismo; Criação de uma incubadora de tecnologia; Implantação com parceria com a União do Espaço 4.0; Elaboração de um Plano de Desenvolvimento Econômico para a cidade de Arujá.

Jornal Oi – O governo já divulgou diversos projetos que deverão ser colocados em prática neste ano pelo Desenvolvimento Econômico. O primeiro deles deverá ser a Semana da Mulher de Negócios entre os dias 25 a 28 de março.

Jornal Oi – Qual será o formato e o objetivo desse evento?  Quem poderá participar e como participar?

Jornal Oi – Quais os outros eventos que o senhor e sua equipe deverão planejar e executar até o final deste ano?

Secretário de Desenvolvimento Econômico: A Semana das Mulheres de Negócios está prevista para acontecer no final do mês de março.

Com o apoio do SEBRAE escritório Regional de Guarulhos a Semana das Mulheres de Negócios  terá o formato híbrido (Presencial e a Distância por mídias digitais), com palestras, workshops e exposições de oficinas de trabalho.

Devido às restrições por conta da pandemia estamos na dependência da situação em que se encontrar a cidade dentro   do Plano São Paulo de controle do Covid19.

Quanto aos objetivos queremos oportunizar momentos de encontros entre o Poder Público, a iniciativa privada, mulheres empresárias e mulheres que desejam empreender, com o principal objetivo de destacar a importância do empreendedorismo para a vida das pessoas e para a melhoria da qualidade produtiva da cidade; Levar instituições participantes do evento a desenvolverem atividades educacionais (realização de exposições, fóruns de debate, seminários, workshops, oficinas e palestras) para mostrar a importância do tema; Por fim, criar um ambiente propício para a troca de ideias, promovendo debates e estimulando o despertar de vocações empreendedoras.

Outros eventos estão sendo estudados e analisados pela nossa equipe, como a Feira Pet, Painel da Indústria, Semana da Gastronomia,  entre outros.

Jornal Oi – Sempre existe uma expectativa muito grande sobre o que a Secretaria de Desenvolvimento poderá fazer para gerar empregos e renda nas cidades. Os números do desemprego foram bastante ruins em Arujá (pior até que em outras cidades) em 2020.

Jornal Oi – Quais são os gargalos para a geração de empregos em Arujá hoje?

Jornal Oi – Como eles serão superados?

Jornal Oi – Na atual gestão será definida e trabalhada alguma vocação da cidade para o desenvolvimento econômico?

Secretário de Desenvolvimento Econômico: Com o apoio e a colaboração do escritório regional do SEBRAE Guarulhos, a ACE Arujá, CDL, Associação do Centro Industrial de Aruja, CIESP, SINCOMÉRCIO e representantes da sociedade civil Iniciamos os preparativos para elaboração do Plano de Desenvolvimento Econômico da cidade, exatamente para fazer um levantamento da nossa real situação e que rumo podemos seguir.

Jornal Oi – Para que a Secretaria de Desenvolvimento Econômico alcance os seus resultados e metas, qual deverá ser a contribuição dos demais setores do governo e de entidades da sociedade civil como é o caso da Associação Comercial?

Secretário de Desenvolvimento Econômico: Sabemos da importância do engajamento  de todos os atores no processo de desenvolvimento econômico e social de uma cidade.  Assim estamos reunindo todos os segmentos para encontrarmos o melhor caminho para nossa cidade.

Jornal Oi – O senhor está recebendo todo o apoio político e de estrutura do novo prefeito para fazer acontecer na Secretaria?

Secretário de Desenvolvimento Econômico: Sim. Seguimos com o total apoio do nosso Prefeito Dr. Camargo e da Câmara Municipal para atingir os objetivos da pasta que foram plataformas do plano de governo da atual gestão.

Jornal Oi – Após esses primeiros 60 dias de governo, o senhor acredita que o prefeito e a nova gestão vão fazer a diferença (para o bem) na vida das pessoas que moram e trabalham em Arujá? Por quê?

Secretário de Desenvolvimento Econômico: Sim.  Acredito.  Moro em Arujá a mais de 50 anos. Conheço bem a cidade.

Havia uma grande expectativa por parte da população por uma profunda mudança na administração da cidade.

Nesses 60 dias já é percebido o contentamento da população com as respostas e atitudes transparentes da nova Gestão.