Governo de Ferraz cadastra artesões e promete apoio para que a categoria tenha as mínimas condições de trabalho
A secretária municipal de Cultura, Rosemeire Crossi, destacou a importância do registro junto à prefeitura/ Foto: Maxson Rodrigues/Secom Ferraz
Tenda Atacado

A Secretaria de Cultura e Turismo de Ferraz de Vasconcelos está cadastrando artesãos da cidade.

O objetivo é estar mais perto da classe para organizar futuras feiras e proporcionar mais espaço a estes artistas. Os documentos devem ser entregues na sede da pasta.

Para o registro, é necessário apresentar cópia do RG, CPF, comprovante de endereço, cópia do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e declaração de próprio punho, contendo ainda a área do artesanato na qual o ferrazense está inserido.

Após esta etapa do processo, que ainda não possui data limite de término, os dados serão encaminhados para a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico.

Esta fase do procedimento tem como objetivo criar um banco de dados com os cadastros dos artesãos para oferecer futuros benefícios.

“Por exemplo, nossa intenção é ajudar estes artesãos a adquirirem barracas para terem seu lugar próprio em feiras, etc. O crédito para a aquisição desta barraca poderá ser feito junto ao Banco do Povo em um futuro próximo. Para isso, teremos este banco de dados para ajudar na negociação”, explicou o coordenador executivo de Desenvolvimento Econômico de Ferraz, Rodolfo Vieira.

A secretária municipal de Cultura, Rosemeire Crossi, destacou a importância do registro junto à prefeitura.

“Desta forma, conseguimos estreitar os lanços entre poder público e artesãos e inseri-los em futuras ações, assim que estas forem autorizadas por conta da pandemia de Covid-19. O objetivo é agregar e fazer acontecer realmente”, disse a titular.

Os documentos podem ser entregues no Centro de Arte e Cultura (CAC), localizado na Avenida Brasil, 966, no Sítio Paredão. O local funciona de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas.

Reunião com artesãos   

A novidade do cadastramento foi anunciada pela Secretaria Municipal de Cultura em uma reunião justamente com estes artistas.

O encontro ocorreu nessa quarta-feira, 3, no CAC, e contou com a presença de pelo menos 30 artesãos do município, além da presença do vereador Claudio Ramos Moreira.

Na ocasião, os artistas puderam falar das dificuldades para exercer o trabalho na cidade, bem como dar sugestões neste sentido.

A pasta, por sua vez, falou dos projetos envolvendo estes moradores e ainda viabilizou outras questões.