GCM, Meio Ambiente e Fiscalização de Posturas de Suzano combatem desmatamento no distrito de Palmeiras
Agentes da Prefeitura de Suzano identificaram dois focos de supressão de vegetação e movimentação irregular de terra/ Foto: Divulgação/Secop Suzano
Campanha Tudo novo

A Guarda Civil Municipal (GCM) de Suzano, o Departamento de Fiscalização de Posturas e as Secretarias Municipais de Meio Ambiente e de Planejamento Urbano e Habitação realizaram operação conjunta no último sábado, 22, para combater crimes ambientais no distrito de Palmeiras.

Os agentes identificaram áreas de proteção que estavam sendo desmatadas e apreenderam ferramentas utilizadas para parcelamento irregular de solo.

A ação teve início após a GCM receber denúncias sobre irregularidades na Estância Angelina.

Ao chegar no endereço informado por moradores, as equipes flagraram o responsável pelo espaço realizando parcelamento irregular de solo e derrubando árvores.

O suspeito não tinha licença ou autorizações do Poder Público. No local foi encontrado um trator agrícola e outros aparatos para extração e transporte de madeira e terra.

Em diálogo com os agentes, o suspeito confessou a prática de desmatamento, utilizando o veículo e uma corda para remover a vegetação.

A ideia era limpar o espaço para fins de construção. Além do crime em andamento, que pelo estado do terreno já estava em andamento há dias, existia também a suspeita da propriedade ter sido invadida.

Os envolvidos no caso foram imediatamente conduzidos à Delegacia Central de Polícia para prestarem depoimento e estão à disposição da justiça.

Em uma ação semelhante, as equipes estiveram no mesmo dia no bairro Clube dos Oficiais, ainda em Palmeiras, para atender a outra denúncia de crime ambiental.

No local, também houve parcelamento irregular de solo, mas não foram encontrados suspeitos nas proximidades ou equipamentos de desmatamento.

Diante da situação, os órgãos municipais estão em alerta para movimentações suspeitas na região, com o objetivo de identificar os responsáveis.

O secretário municipal de Segurança Cidadã, Elias Marques de Lima, reforçou a importância de ações coordenadas como esta para coibir crimes e preservar a natureza, em especial nos grandes pontos de proteção ambiental que existem em Palmeiras.

“O trabalho conjunto entre os órgãos públicos é essencial para ampliar o alcance das medidas de combate a irregularidades no município”, concluiu.

Ocorrências 

Além da operação conjunta, a corporação suzanense também atendeu a outras ocorrências pela cidade nos últimos dias.

No sábado, 22, a equipe do Canil realizava patrulhamento pela região, quando avistou um indivíduo em comportamento suspeito dentro de um terreno baldio particular com uma sacola plástica. Ao notar aproximação da GCM ele tentou fugir, mas logo foi detido e abordado.

Em revista pessoal, foram encontradas 134 porções de maconha, 78 de crack, 51 de cocaína e 35 de Skank, quatro frascos de lança perfume, um aparelho celular e R$ 114 da venda de ilícitos na região.

Após o suspeito ser identificado como menor de idade, ele foi conduzido à Delegacia Central de Polícia, onde seu responsável foi acionado para prestar os devidos esclarecimentos junto às autoridades.

Já na sexta-feira, 21, a Ronda Ostensiva Municipal (Romu) circulava pelo Jardim Revista quando alguns indivíduos começaram a correr, em aparente fuga diante da presença da viatura.

Com a suspeita de algo ilícito estar em andamento, os agentes iniciaram varredura pela região e, pouco tempo depois, encontraram uma motocicleta Yamaha Teneré branca escondida em uma viela.

Ao consultarem a numeração da placa, descobriram que ela havia sido roubada na quarta-feira anterior, 19, e utilizada para efetuar outros roubos no centro da cidade. O veículo foi apreendido e posteriormente devolvido ao seu legítimo proprietário.