Execução de petista por bolsonarista: “Crime foi político e Bolsonaro está na raiz desse acontecimento”, diz Marcelo Candido
"Não há dúvidas que Bolsonaro está na raiz desse acontecimento mesmo que de forma indireta, pois é ele quem incentiva um estado permanente de ódio e beligerância", ressalta Candido/ Foto: Divulgação
PREFEITURA MUNICIPAL DE MOGI DAS CRUZES

O ex-deputado estadual e ex-prefeito de Suzano, Marcelo Candido (PSOL) também foi questionado pelo Jornal Oi, nessa segunda-feira, 11, sobre a execução de um militante do PT em Foz do Iguaçu por um bolsonarista fanático no final de semana que passou.

O petista foi executado a tiros enquanto comemorava o seu aniversário de 50 anos. O assassino, que também foi baleado, encontra-se internado e teve a sua prisão decretada pela Justiça.

Ainda nesta segunda-feira o Jornal Oi questionou diversas autoridades políticas sobre o caso que aponta para uma escalada na violência políticas às vésperas das eleições marcadas para outubro.

Nenhum veículo de comunicação ou jornalista sério (que tenha compromisso com a sociedade) tem o direito de fazer de conta que nada está acontecendo diante de fatos e situações tão graves quanto essa registrada no Paraná.

A manifestação de Marcelo Candido  

Para além de ser um fato lamentável e condenável sob todos os aspectos, por se tratar de um assassinato motivado por razões claramente políticas, esse ocorrido expõe as vísceras de uma sociedade parcialmente adoecida pelo ódio estimulado cotidianamente pelo Presidente da República, que não perdeu a oportunidade de, ao em vez de se solidarizar perante o sofrimento das vítimas, preferiu estimular ainda mais a violência, sugerindo ser a esquerda o espectro da política que pratica a violência!

Não há dúvidas que Bolsonaro está na raiz desse acontecimento mesmo que de forma indireta, pois é ele quem incentiva um estado permanente de ódio e beligerância.