Escola Municipal do bairro Tabamarajoara faz entrega de hortaliças aos pais de alunos
Unidade localizada no bairro Tabamarajoara já realizou duas colheitas de alfaces este ano/ Foto: Beatriz Camargo/Secop Suzano
Prefeitura de Guararema

A Escola Municipal Abrão Salomão Domingues, localizada no bairro Tabamarajoara, em Suzano, realizou a entrega da segunda colheita de alfaces do ano, advindas de uma horta feita pelos profissionais no próprio local.

As hortaliças são entregues aos pais dos estudantes, quando vão à unidade buscar cesta básica, item doado mensalmente pela Prefeitura às famílias cadastradas.

Cada colheita dá aproximadamente 300 pés de alfaces, que são cultivados pelos funcionários e distribuídos aos responsáveis.

A horta é fruto do projeto “Embelezamento da escola: Jardinagem, horta e empreendedorismo”, que começou em 2019. Na época, os alunos participavam de todo o processo, desde o plantio até a colheita.

Quando os pés já estavam prontos para serem colhidos, era criada uma feira, onde metade das hortaliças eram vendidas aos pais.

A iniciativa incentivava o empreendedorismo e a educação financeira dos pequenos. O restante das alfaces era destinado à merenda escolar, preparada na própria unidade.

Desde o começo da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), os funcionários da escola, que atende desde a Educação Infantil até o Ensino Fundamental e Ensino de Jovens e Adultos, continuaram os cuidados com o trabalho dos alunos.

O diretor da escola, Joaquim de Souza, explicou que a unidade planeja a colheita sempre próxima a entrega das cestas, para que os pais possam levar mais esse nutriente à alimentação dos alunos.

“Esse ano estamos caminhando para a terceira colheita. Ficamos felizes em contribuir desta maneira, levando um pouquinho da escola às casas dos nossos estudantes”, complementou.

A coordenadora pedagógica Luciane Machado, por sua vez, destacou que esse é um projeto que abrange desde a educação infantil, com o G5 (crianças com 5 anos), até o ensino fundamental, do 1º ao 3º ano.

“O projeto de embelezamento da unidade é uma proposta multidisciplinar, desde o plantio até a educação financeira. Toda essa experiência foi muito produtiva aos alunos e poder manter esse projeto e levar seus frutos para os nossos pequenos, mesmo em casa, é muito gratificante”, explicou.

O secretário de Educação do município, Leandro Bassini, acredita que projetos como o da horta criam um vínculo único entre a escola e os alunos, mesmo com o ensino remoto.

“Ter um projeto assim é essencial para os alunos compreenderem a importância de cada etapa do processo. Eles englobam diversos conhecimentos que adquiriram na sala de aula e aplicam na prática, mostrando a importância de todas as disciplinas no dia a dia. Agradeço a todos os funcionários da unidade, que propuseram e cuidaram com tanto carinho desse projeto e dos alunos”, finalizou.