Tenda Atacado

O ídolo do futebol argentino Diego Armando Maradona morreu nesta quarta-feira em Buenos Aires. A informação é do jornal Clarín. Aos 60 anos, ele atuava ultimamente como técnico do Gimnasia La Plata e lutava contra uma série de problemas de saúde. Maradona morreu depois de sofrer parada cardiorrespiratória, de acordo com o jornal argentino.

Um dos grandes da história do esporte e maior ídolo do futebol argentino, o astro sofreu o mal súbito no fim da manhã, quando ambulâncias foram chamadas à sua casa, onde se recuperava de uma cirurgia no cérebro. O ex-jogador, porém, não resistiu, tendo sua morte confirmada pela imprensa argentina e pela TV pública do país no começo da tarde.

Maradona já havia preocupado os fãs no começo do mês, quando foi internado às pressas, com sintomas de anemia. Na época, foi descoberta uma pequena hemorragia no cérebro, e o ex-jogador precisou passar por uma cirurgia para drená-la. Após mais de uma semana de internação, ele recebeu alta no dia 12 de novembro e teria ficado em casa no período.