Deputado Gambale admite que atendimento no Regional de Ferraz está caótico e diz que trabalha para reverter a situação
Nos últimos dois anos o deputado Gambale tem buscado recursos no governo do Estado para ampliar e modernizar a prestação de serviços no local/ Foto: Divulgação
Centerpex Cinemas Suzano Shopping

O deputado estadual Rodrigo Gambale respondeu aos questionamentos do Jornal Oi referentes às manifestações feitas na semana passada por três vereadores da Câmara de Ferraz sobre o Hospital Regional.

Os vereadores Tonho, Fabinho e Roberto de Souza disseram que o hospital, cuja gestão é feita pelo governo do estadual, estaria mergulhado no caos por causa do atendimento precário aos pacientes e a falta de médicos.

Ocorre que nos últimos dois anos o deputado Gambale tem buscado recursos no governo do Estado para ampliar e modernizar a prestação de serviços no local.

Neste contexto, o Jornal Oi perguntou ao deputado se as críticas dos vereadores ao Regional são pertinentes ou não e quais providências poderão ser tomadas para que o atendimento seja melhorado e ampliado na unidade hospitalar.

“É natural que isso esteja ocorrendo. O Santa Marcelina de Itaquá fechou as portas e agora só atende depois que o paciente é referenciado (encaminhado) pela UPA. O Geral de Guaianases  só atende Covid e mais ninguém. O Hospital Regional do Itaim Paulista também só atende pacientes encaminhados. Além disso, o Hospital de Poá (Guido Guida) não interna mais ninguém.  A Santa Casa de Suzano reforma o telhado. O Luzia de Pinho Melo de Mogi também fechou e só atende encaminhamentos.  As pessoas então estão indo para o Hospital Regional de Ferraz que está tendo uma sobrecarga”, argumenta o deputado.

“No começo do ano foram roubados três equipamentos que hoje valem mais de R$ 2 milhões. Um novo tomógrafo custou R$ 600 mil e também consegui com que os equipamentos levados fossem repostos”, explica.

“Encaminhei mais de R$ 1 milhão em emendas para o hospital. A pediatria estava fechada fazia nove anos. A pediatria foi reaberta e atende com mais de 40 leitos. O Regional está sobrecarregado também na pediatria e todos os leitos de psiquiatria estão totalmente ocupados”, ressalta.

“O Hospital passa por um caos porque todo o sistema de saúde está colapsado. Faltam ortopedistas e anestesistas. Estive em reunião com o vice-governador do Estado (Rodrigo Garcia) e com o secretário-adjunto para ampliar o número de ortopedistas e anestesistas, sendo que isso deverá ser feito por meio da terceirização”, acrescenta o parlamentar que também destacou outras iniciativas políticas que tem colocado em prática com a finalidade de melhorar o atendimento na unidade.

Vitória de Doria nas prévias vai ressuscitar ou enterrar de vez o PSDB em Suzano e região? 

A vitória do governador João Doria nas prévias do PSDB para a definição do candidato tucano à eleição presidencial em 2022 vai ressuscitar ou enterrar de vez o PSDB em Suzano e região?

O partido vive ‘em desgraça’ desde a intervenção estadual que impediu o empresário José Cardoso de disputar a Prefeitura de Suzano em 2012.

Sendo que a irrelevância do partido no Alto Tietê agravou com a derrota do ex-prefeito de Mogi das Cruzes, Marcus Melo, na disputa da reeleição em 2020.

Os sinais indicam mais possibilidades para o enterro em definitivo do que a ressurreição dos tucanos.