DEM cresce 20% em número de votos em Mogi e reelege o vereador Marcus Furlan
O partido Democratas sagrou-se como a legenda que mais cresceu no País em número de votos nas eleições de 2020 e, em Mogi das Cruzes, não foi diferente/ Foto: Divulgação
Tenda Atacado

O partido Democratas sagrou-se como a legenda que mais cresceu no País em número de votos nas eleições de 2020 e, em Mogi das Cruzes, não foi diferente.

Apesar do cenário atípico no pleito de 2020 por conta da pandemia, o que acarretou em um elevado índice de abstenção, votos brancos e nulos, que totalizaram 44% dos votos válidos do município, os candidatos do DEM Mogi registraram no total 7.952 votos, sendo 1.286 a mais que na eleição de 2016, quando tiveram 6.666 votos.

Este aumento representa um crescimento de 20% nas urnas. Com a votação, o partido reelegeu Marcos Furlan, vereador, com 1.479 votos, para seu terceiro mandato.

Na sequência veio Lurdinha Rocha, como 745 votos, como primeira suplente do partido. As mulheres, por sinal, tiveram uma atuação expressiva no partido.

Do total de 32 candidatos que disputaram as eleições pelo DEM, 12 eram mulheres, superando a cota mínima de 30% de candidaturas femininas.

“Nosso partido mostrou forças nas urnas, cresceu num momento totalmente desfavorável para as eleições, reforçando a credibilidade dos nossos candidatos, em especial as mulheres que foram as mais bem votadas. Estão todos de parabéns”, destacou o presidente do DEM Mogi, o vereador Marcos Furlan.

Para o deputado estadual Estevam Galvão de Oliveira, líder regional do Democratas, este crescimento do partido nas urnas significa que os eleitores reconhecem confiam na gestão liberal democrata.

“A polarização está perdendo força no País e nosso partido foi ao encontro dos anseios de muitos brasileiros que rejeitam os extremismos e o populismo, e querem a defesa da vida, da democracia e a devida atenção à agenda social. Nossos democratas mogianos estão de parabéns por tão bem representarem as bandeiras do partido”.