Cultura fecha parceria com Aliança Francesa e promete ‘um rol’ de atividades e uma unidade da instituição em Mogi
A parceria também permitirá que Mogi seja incluída no eixo artístico da rede das Alianças Francesas/ Foto: Divulgação
Tenda Atacado

A Secretaria Municipal de Cultura de Mogi das Cruzes acaba de formalizar parceria com a Aliança Francesa, uma instituição sem fins lucrativos que há 135 anos representa a França no Brasil.

O objetivo é oferecer na cidade um rol diferenciado de atividades culturais, que promova o conhecimento e o gosto pela cultura francesa, favorecendo o diálogo e a compreensão entre os povos e promovendo o espírito de cooperação, solidariedade e respeito mútuo.

A ideia é que o município receba uma unidade da Aliança Francesa no segundo semestre deste ano, tornando-se assim o terceiro município do Leste Paulista a ter uma unidade da instituição – as outras duas estão em São José dos Campos e Taubaté.

A abertura da unidade está prevista para o segundo semestre deste ano, em função da pandemia, porém as atividades já começam a ser planejadas, discutidas e formalizadas, com o intuito de oferecer ao munícipe uma ampla programação cultural, tão logo a situação se normalize.

Uma das atividades que deve ser trazida à cidade é o Festival de Cinema Varilux. O evento é normalmente realizado no mês de junho e tem como proposta atrair o público para a recente safra de cinematografia francesa.

Ao longo dos últimos anos, a ação vem conquistando não só admiradores das produções francesas, como também o espectador comum, interessado na diversidade cultural.

Além da exibição de filmes, o festival contempla atividades paralelas, como debates, sessões educativas e laboratório franco-brasileiro de roteiros.

A parceria também permitirá que Mogi seja incluída no eixo artístico da rede das Alianças Francesas. Isso compreenderá diversas ações, como a organização de concertos com músicos de renome no circuito artístico brasileiro, que defendem a popularização da música clássica francesa e também a promoção de intercâmbio cultural entre artistas plásticos da região, para a exposição itinerante de suas obras nas cidades do Leste Paulista que possuem unidades da instituição.

Outras atividades previstas são um ciclo de ateliês de divulgação e introdução à língua e cultura francesa, a implementação de uma política pedagógica para a formação de professores francófonos e a oferta de bolsas de estudo para professores e alunos da rede pública, para jovens adultos em situação de vulnerabilidade social e também demais interessados.

“Essa parceria permitirá a vinda à cidade de uma ampla programação cultural e vai fomentar o ensino preliminar da língua e da cultura francesas. Além disso, trata-se de uma entidade de utilidade pública, que traz consigo um forte viés filantrópico e de responsabilidade social”, explica a secretária municipal de Cultura, Kelen Chacon, lembrando que a instalação de uma unidade em Mogi das Cruzes já recebeu o aval da Embaixada da França e faz parte de um projeto de expansão da Aliança Francesa do Vale do Paraíba, sob a direção do Jean-Luc Orsoni, cônsul honorário e diretor regional da Aliança Francesa do Leste Paulista.