Cultura de Itaquá lança edital de chamamento para a contratação de oficineiros
As inscrições vão ocorrer até o dia 17 de junho e tem como público-alvo pessoas que possuam habilidades em linguagens artísticas para ministrar oficinas livres, conforme a necessidade da pasta/ Foto: Dayane Oliveira
PREFEITURA MUNICIPAL DE MOGI DAS CRUZES

A Secretaria de Cultura de Itaquaquecetuba lançou um edital de chamamento para a contratação de oficineiros.

As inscrições vão ocorrer até o dia 17 de junho e tem como público-alvo pessoas que possuam habilidades em linguagens artísticas para ministrar oficinas livres, conforme a necessidade da pasta.

O edital visa credenciar Microempreendedores Individuais (MEIs) que estejam interessados em apresentar propostas a serem realizadas no formato presencial, em equipamentos da secretaria ou online. As informações completas podem ser conferidas no link: https://cutt.ly/IHTmeaq.

Entre os critérios, os projetos apresentados devem ser de atividades práticas e lúdicas que exercitem e instiguem a experimentação e a reflexão dos conteúdos.

Além disso, será observado o desenvolvimento dos modos de produção nas múltiplas linguagens das artes: plásticas, cênicas e musicais.

“Essa é uma grande oportunidade para os nossos oficineiros não só entrarem no mapa da Secretaria de Cultura como também para que sejam contratados para futuras atividades nos quatro cantos da cidade. Nosso foco é descentralizar a cultura”, explicou a secretária de Cultura, Maria Ana Rosa.

Além dos critérios técnicos, os profissionais devem comprovar capacidade e experiência na respectiva linguagem, observando questões de acessibilidade e de classificação descritos no edital.

“É de extrema importância que os oficineiros se cadastrem e indiquem propostas de atividades. Estamos construindo uma cultura mais próxima das pessoas. Por isso, contar com grandes profissionais é fundamental”, completou o prefeito Eduardo Boigues.