Condemat e prefeituras esperam informações do governo de SP sobre o envio das vacinas da Covid para a região
Nenhuma cidade do Alto Tietê está na lista das cidades que o governo do Estado definiu para receber as primeiras doses a partir desta segunda-feira/ Foto: Divulgação
Tenda Atacado

Nesta segunda-feira, 18, o Jornal Oi questionou a direção do Condemat e as prefeituras das maiores cidades da região sobre a data em que as vacinas para os grupos de risco para a Covid-19 chegarão.

Como o Jornal Oi já revelou, nenhuma cidade do Alto Tietê está na lista das cidades que o governo do Estado definiu para receber as primeiras doses a partir desta segunda-feira, 18.

Os esclarecimentos do Condemat e das prefeituras revelam que faltam informações precisas da Secretaria Estadual de Saúde sobre o assunto e que, em um primeiro momento, o Condemat e as prefeituras estão optando por uma postura reativa em vez de serem proativos e cobrarem o secretário estadual, Jean Gorinchteyn, uma posição mais transparente sobre quando Suzano e região receberão as primeiras doses do imunizante.

Abaixo o Jornal Oi destaca na íntegra as informações do Condemat, das prefeituras e também quais hospitais no Estado já estão recebendo as doses.

Jornal Oi – O governo da cidade já tem a data de quando chegarão às primeiras doses da vacina contra a Covid para os grupos de risco?

Jornal Oi – Já tem previsão de quando as vacinas começarão a ser aplicadas nos servidores municipais da saúde?

Jornal Oi – No caso de ainda não ter essas datas e/ou previsões, como e quando o governo da cidade pretende obtê-las?

CONDEMAT

Estamos aguardando este detalhamento sobre a vacinação na região do CONDEMAT e assim que tivermos um retorno por parte dos técnicos da Saúde, encaminharemos um release.

PREFEITURA DE FERRAZ

A Prefeitura de Ferraz de Vasconcelos informa que a previsão de chegada e aplicação é na quarta-feira, 20.

PREFEITURA DE ITAQUÁ

O município aguarda as definições que serão feitas junto ao Condemat em reunião nesta segunda-feira para saber quantas doses receberá do Governo do Estado e como será o programa de imunização em sintonia com os demais municípios do Alto Tietê.

As 17 unidades de saúde de Itaquá serão usadas na campanha e será feita parceria com a Secretaria de Segurança Urbana para garantir a segurança dos profissionais da saúde e munícipes. A cidade já dispõe de seringas e agulhas; o restante está sendo providenciado.

PREFEITURA DE SUZANO

A Secretaria de Saúde de Suzano informou que segue o planejamento determinado pelo governo do Estado, que prevê o início da vacinação contra o novo coronavírus (Covid-19) na cidade em 25 de janeiro (segunda-feira).

No entanto, caso as doses sejam enviadas antes desta data, a pasta destacou que poderá iniciar a imunização de imediato.

É importante ressaltar que, até o momento, o município ainda não foi informado oficialmente da quantidade de doses e de insumos que irá receber e nem a data da entrega.

A primeira fase envolverá profissionais da Saúde, idosos (divididos em quatro faixas de idade: acima de 75 anos, 70 a 74, 65 a 69 e 60 a 54), indígenas e quilombolas até 28 de março. A previsão é de que a segunda fase comece no dia seguinte.

No entanto, o ritmo da vacinação vai depender da quantidade de doses que o governo do Estado irá colocar à disposição do município.

O plano prevê a imunização em três pontos específicos da cidade (que ainda serão divulgados), nas unidades onde atuam os profissionais da rede municipal de Saúde, nas residências dos idosos acamados e nas instituições de longa permanência.

O número de locais poderá ser estendido, bem como os dias e o período. Inicialmente, será de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas.

Também deve haver imunização em sistema drive-thru (sem sair do veículo). Servidores municipais da Saúde estão passando por treinamento específico sobre a vacinação desde a semana passada.

Além disso, todo esse trabalho contará com apoio da Guarda Civil Municipal (GCM) e da Polícia Militar (PM), de forma a garantir a segurança necessária.

PREFEITURA DE MOGI

Estas definições estão a cargo do Governo do Estado. O município está aguardando esta comunicação, que deve ocorrer nos próximos dias.

A previsão inicial é que a imunização comece no dia 25, mas é preciso aguardar as informações do governo estadual para a confirmação.

PARA ONDE ESTÃO INDO AS PRIMEIRAS VACINAS

A distribuição das vacinas e insumos para imunização contra a COVID-19 nos cinco hospitais-escola do interior: os Hospitais das Clínicas de Campinas, Botucatu, Ribeirão Preto, Marília e o Hospital de Base de São José do Rio Preto. No total, cerca de 60 mil profissionais que atuam nesses hospitais serão imunizados contra a COVID-19 com a vacina do Butantan.

Às 8h da manhã, dois caminhões saíram do Centro de Distribuição e Logística (CDL) da capital: um com 4,4 mil doses em direção ao HC de Botucatu (Unesp), que inicia a imunização às 15h de hoje; e outro com 4 mil vacinas rumo ao HC da Unicamp, que começa a vacinar seus trabalhadores de saúde às 16h de hoje.

No período da tarde, outros três caminhões saem em direção aos HCs de Ribeirão Preto (USP) e Marília (Famema), bem como ao HB de Rio Preto (Funfarme).

Além disso, desde as 7 horas, já estão sendo aplicadas trabalhadores do Complexo do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, da capital. Como se lê, nada para o Alto Tietê.