Cidade sofreu com gestões medíocres desde 2000. Itaquá comemora 461 anos com uma boa novidade: um prefeito (Eduardo Boigues) com vocação para fazer o município evoluir
Sucesso ao governo e ao prefeito Boigues e parabéns para Itaquá neste aniversário de 461 anos/ Foto: Divulgação
Centerpex Cinemas Suzano Shopping

A cidade de Itaquá completa neste dia 8 de setembro 461 anos e tem sim muito o que comemorar. Basta lembrar que no aniversário do ano passado (2020) a cidade sofria com uma das fases mais graves da pandemia de Covid-19 e já tinha sido totalmente abandonada (e descartada) pelo ex-prefeito Mamoru Nakashima que encerrava de maneira covarde e melancólica o seu segundo mandato consecutivo sem entregar nada do que tinha prometido desde 2013.

Fundamental destacar ainda que o sofrimento da cidade com a pandemia teve ligação estreita com o desgoverno do ex-prefeito que era médico, mas inexplicavelmente protagonizou atitudes negacionistas em relação ao combate da pandemia.

É fato concreto, então, que Itaquá está em um momento mais feliz neste 8 de setembro de 2021 e os motivos para essa felicidade são tão importantes quanto consistentes e também estão interligadas.

O pior momento da pandemia já faz parte do passado. Sendo que o início da gestão do novo prefeito, Eduardo Boigues, em janeiro deste ano contribuiu de forma decisiva para que o enfrentamento a pandemia fosse intensificado.

Essa iniciativa incluiu a instalação, em parceria com o governo do Estado, de um Hospital de Campanha exclusivo para o combate a Covid.

Importante ainda destacar que em razão da absoluta falta de capacidade política, o ex-prefeito Mamoru conseguiu deixar Itaquá totalmente isolada em suas relações com os governos federal e estadual o que representou enorme prejuízo para cidade e ao povo.

E aqui neste ponto destacamos a maior novidade que a cidade pode comemorar neste aniversário de 461 anos – o início bastante promissor da gestão do prefeito Eduardo Boigues.

Pela correria que fez para recuperar o tempo perdido pela gestão passada no combate a pandemia e por diversas outras ações e iniciativas em áreas estratégicas para o governo e para a cidade (e que são destacadas no site e na edição digital especial do Jornal Oi para celebrar essa data), o prefeito Boigues tem demonstrado que tem vocação para fazer o que as lideranças políticas não conseguiram ou não quiseram fazer desde o inicio desde século.

Itaquá perdeu grandes oportunidades para avançar especialmente nas gestões do ex-prefeito Armando da Farmácia (quando o governo federal despejou muito dinheiro para obras de infraestrutura nas cidades da região) e também nos oito anos do governo Mamoru.

Por conta do que não foi feito nos últimos 20 anos, o desafio de Boigues é enorme.

Mas os primeiros sinais e resultados do novo governo indicam que Boigues está preparado para colocar Itaquá em um novo patamar de desenvolvimento econômico e social e o carinho com o que o povo recebe Boigues (que efetivamente é um prefeito de rua e não de gabinete) nos bairros da cidade comprovam que o delegado está protagonizando um novo tempo para o povo e a cidade de Itaquá que merecem mais oportunidades e qualidade de vida.

Sucesso ao governo e ao prefeito Boigues e parabéns para Itaquá neste aniversário de 461 anos.