Vereadores autorizam o prefeito a usar verbas do trânsito e da iluminação pública para combater o Covid-19
O projeto de lei de autoria do Executivo estabelece normas de finanças públicas voltadas à desvinculação de receitas de fundos municipais, visando o enfrentamento das condições de crise geradas pela pandemia/ Foto: Divulgação
Prefeitura de Guararema

O projeto de lei de autoria da Prefeitura de Suzano que estabelece normas de finanças públicas voltadas à desvinculação de receitas de fundos municipais, visando o enfrentamento das condições de crise geradas pela pandemia decorrente do coronavírus, foi aprovado por unanimidade, na sessão extraordinária dessa terça-feira, 7.

De acordo com o texto da propositura, a Prefeitura utilizará recursos do Fundo Municipal de Trânsito e do Fundo Municipal para o Custeio do Serviço de Iluminação Pública.

Antes da sessão extraordinária, os secretários de Saúde, Luís Cláudio Rocha Guillaumon, e de Planejamento e Finanças, Itamar Correa Viana, compareceram ao Legislativo para explicar a importância da aprovação do projeto do Executivo.

Além disso, Guillaumon, que também é presidente do Comitê de Enfrentamento ao Covid-19 de Suzano, reforçou a necessidade do isolamento social.

“A orientação é essa: fiquem em casa. O decreto de quarentena está funcionando porque está nos dando tempo para nos prepararmos para montar o hospital de campanha”, disse.

“Vai ter gente que vai precisar, sim. Não vamos nos enganar”, ressaltou. Ele aproveitou ainda a oportunidade para agradecer o apoio da Casa de Leis.

“Se vocês, vereadores, não tivessem apoiando o prefeito (Rodrigo Ashiuchi – PL) desde o primeiro dia do mandato dele, estaríamos passando por esta pandemia de forma desastrosa”, afirmou

Também por unanimidade, os parlamentares da Câmara de Suzano arquivaram um projeto de Resolução que tinha como objetivo alterar o Regimento Interno da Casa e permitir que as sessões pudessem ser realizadas virtualmente, de autoria da Mesa Diretiva do Legislativo.