Tenda Atacado

Durante a longa sessão desta terça-feira (13), os vereadores de Mogi das Cruzes aprovaram os projetos de lei que devem conceder auxílio emergencial para comerciantes e pessoas em situação de vulnerabilidade social.

O projeto de lei 30/21, que é de autoria do prefeito Caio Cunha (Podemos), vai instituir a criação de uma auxílio emergencial para as famílias em situação de vulnerabilidade social, com o objetivo, de minimizar os impactos do enfrentamento da crise causados pela covid-19.

O outro projeto é o 29/21, que também é de autoria do prefeito Caio Cunha, que vai instituir a criação do auxílio aos contribuintes do Simples Nacional. Este projeto trata-se do Auxílio Empresarial Mogiano, e deve ser pago em duas parcelas correspondentes aos meses de Abril e Maio. Os valores aos comerciantes e empresários da cidade, devem variar entre R$ 300 a R$ 1,5 mil, de acordo com as características do empreendimento.

O prefeito deve sancionar o projeto nos próximos dias e disponibilizar as informações para inscrição e recebimento do benefício.

Vereadores se manifestaram sobre os projetos de lei durante a votação:

O vereador John Ross (Podemos), parabenizou o prefeito Caio Cunha (Podemos), pela iniciativa que contempla as empresas que segundo o parlamentar, estão em momentos de desesperos e destacou a importância deste auxílio, que pode ajudar para que empregos sejam mantidos.

A vereadora Malu Fernandes (SD), afirmou estar feliz pelo fato de estar aprovando um projeto tão importante, que deve auxiliar diversas famílias carentes e parabenizou a prefeitura.