Arujá e UMC iniciam atendimentos odontológicos. Cerca de duas mil pessoas receberão tratamentos
No primeiro dia das consultas, passaram por avaliação 46 pacientes e a previsão de atender às cerca de 2 mil pessoas em fila de espera é de, em média, 90 dias/ Foto: Divulgação/PMA
Centerpex Cinemas Suzano Shopping

Na manhã dessa quarta-feira, 22, 16 estudantes do último ano do curso de Odontologia da Universidade de Mogi das Cruzes (UMC), juntamente com os dentistas da prefeitura de Arujá, iniciaram os atendimentos odontológicos para os munícipes que estavam na fila de espera, em dois consultórios na Unidade Básica de Saúde (UBS) do Jardim Fazenda Rincão.

No primeiro dia das consultas, passaram por avaliação 46 pacientes e a previsão de atender às cerca de 2 mil pessoas em fila de espera é de, em média, 90 dias.

De acordo com o prefeito Dr. Camargo, o convênio firmado recentemente entre a administração municipal e a faculdade visa atender no próprio município a população que aguardava há anos por atendimento e tratamento odontológico, já em fila de espera, além de oferecer procedimentos mais complexos na Clínica da UMC.

“Assim como foi feito com a tomografia, este ano, em que atendemos o maior número de arujaenses que esperavam há muito tempo pela realização do exame, agora estamos agilizando as consultas na área odontológica e, inclusive, além dos 15 dentistas, que já dispomos na nossa rede e que fazem os atendimentos normalmente nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), estamos providenciando a contratação de mais seis dentistas por processo seletivo simplificado”, explicou o chefe do Executivo Municipal.

Já o secretário de Saúde de Arujá, Leonardo Reis, afirmou que a ideia da atual gestão, futuramente, é investir ainda mais, criando um Centro de Especialidades Odontológicas.

“Inicialmente, por meio desse convênio, estamos atendendo os munícipes que já estavam em fila de espera, mas os casos de urgência e de rotina que surgem espontamente continuam sendo atendidos normalmente nas UBSs que oferecem o serviço. Pelo convênio, os estudantes de Odontologia da UMC e nossos dentistas da rede atendem desde crianças até idosos e pessoas especiais ou com deficiência”, ressaltou.

Felipe Diniz, coordenador da Odontologia da prefeitura de Arujá, comentou que as demandas por consultas odontológicas sempre aumentam, então é difícil zerar completamente a fila.

“Mas o fato é que esse convênio vai agilizar e muito o atendimento aos munícipes, regularizando essa procura”, detalhou.

Satisfação

Quem compareceu às consultas, após convocação por telefone da Secretaria Municipal de Saúde, mostrou-se satisfeito com o atendimento.

É o caso da diarista e moradora do Jardim Arujamerica, Cláudia Donizeti de Paula, de 51 anos, que levou os netos Lívia, 7 anos, e Ryan, 10, que moram no Limoeiro, para passarem por avaliação com dentistas na UBS do Fazenda Rincão na última quarta-feira, 22.

“Gostei do atendimento e acho muito boa a iniciativa de agilizar o tempo de espera”, avaliou.

A dona de casa Ana Lúcia Rocha da Silva, de 38 anos, moradora do Jardim Leika, também levou o filho Adailton, de 12 anos, para consulta.

“Meu filho é autista e faz tratamento na rede municipal. A pandemia atrapalhou os atendimentos no geral, mas recebi uma ligação da Secretaria de Saúde e trouxe ele fazer uma avaliação com o dentista”, disse.

Segundo ela, a ação viabilizada pela prefeitura veio em boa hora.

“É  muito importante, porque a maioria da população não tem condições de pagar dentista e meu filho estava precisando, porque fazia tempo que não ia. Então, acho que agora vai ficar bom”, concluiu.