Tenda Atacado

Na ultima terça-feira (16) foi aprovado um requerimento proposto pelo vereador e ex-presidente da Câmara de Poá, Tio Deivão (PL), que vai instaurar uma Comissão Especial de Inquérito para apurar se houve sonegação de impostos enquanto o Banco Itaú era sediado no munícipio.

A Comissão Especial de Inquérito (CEI) deve ser composta por três membros e atuará de forma harmônica com a Comissão Permanente de Finanças e Orçamentos da Edilidade. A Presidente da CEI será a vereadora Patrícia Bin do Testinha (PSDB), Lucas Ferrari (PSC) vai ser o relator e Márcio da Ranni (Republicanos) será o membro.

O Jornal Oi conversou com o vereador Tio Deivão (PL), que falou sobre a relevância da CEI para o município e quais podem ser os resultado ocorridos após a apuração.

Jornal Oi: Vereador, qual pode ser a relevância dessa CEI para o município de Poá?

Tio Deivão: É de extrema relevância, pois a Cidade passa por necessidades financeiras complicadas. Com o resultado final desta investigação, tenho que o Banco Itaú arcará com o que de fato é de direito do nosso município.

Jornal Oi: Qual motivo levou o senhor a realizar o requerimento para abertura desta CEI?

Tio Deivão: Desde de 2019, após a saída do referido banco, a Cidade está perdendo qualidade nos serviços oferecidos a nossa população, além de cortes em serviços essenciais. Consequentemente caminha para uma queda financeira repentina, como sou representante do povo, andando pelos bairros, recebo muitas reclamações do munícipes, então resolvi fazer o requerimento para apurar se realmente o Banco declarava os impostos na forma da lei.

Jornal Oi: Como você espera que seja conduzida está CEI pelos membros da comissão?

Tio Deivão: Com a maior seriedade possível, os membros da CEI, além de vereadores, são moradores do município e tenho certeza que trabalharão com afinco nesta questão.

Jornal Oi: Está CEI vai possuir quantos dias para apuração do fato? Você gostaria de estar entre os membros?

Tio Deivão: Pelo regimento interno da Câmara, 90 dias podendo ser prorrogada por mais 90 dias. Mas espero que resolvam o quanto antes.
Faço parte da comissão de finanças e orçamento da Câmara, faço questão de acompanhar.

Jornal Oi: Se for comprovado sonegação do banco Itaú, eles vão ser obrigados a de fato ressarcir isso para a cidade?

Tio Deivão: Com certeza, nos últimos cinco anos da data que saíram da Cidade. Se isso fosse contatado hoje, no mínimo, 3 anos e 5 meses teriam que reaver.
O problema é quanto mais demoram para resolver, quanto mais os meses passam, menos eles têm que reaver.

Jornal Oi: O que a população pode seguir esperando do vereador Tio Deivão?

Tio Deivão: Um trabalho sério, voltado a ajudar De fato nossa Cidade em um todo. Meu mandato segue a disposição da população.