Foto: Lais Santos
Prefeitura de Guararema

Os vereadores de Poá aprovaram nesta sexta-feira, 23, durante sessão extraordinária e em segunda votação, o PL 26/2021, que deve prejudicar diretamente os servidores públicos com o congelamento do vale alimentação de R$ 400, enquanto persistir o decreto de calamidade financeira no município.

A sessão durou poucos minutos e não teve discussão do projeto. O placar foi de 09 votos favoráveis ao projeto, contra 07 contrários, o mesmo da última terça-feira, 20, durante a primeira votação do PL.

Votaram Favoráveis os seguintes vereadores: Tio Deivão (PL), Emerson Dentinho (PTB), Fábio Suru (PROS), Henrique Novaes (PRTB), Fabrício Brasa Chopp (PSDB), Lucas Ferrari, Marcílio Duarth (PL), Patrícia Bin do Testinha (PSDB) e Welson Lopes (PL).

Votaram contra o PL 26/2021 os seguintes vereadores: Jilmara Kirino (AVANTE), Dr. Saul Souza (AVANTE), Professor Rogério Mathias (PTB), Márcio da Ranni (Republicanos), Beto Melo (SD), Saulo Dentista (DEM) e Edinho (Podemos).

Após encerrar a sessão, os vereadores que votaram favoráveis ao projeto, rapidamente deixaram o plenário com vaias de alguns servidores presentes, que aos gritos, repudiavam a aprovação do PL 26/2021.

Os servidores municipais decretaram estado de greve no munícipio, até a próxima assembleia que será realizada na próxima terça-feira na prefeitura municipal.