Instituto Nacional de Tecnologia e Saúde

Nesta quarta-feira, 05, o ex-governador de São Paulo, Márcio França (PSB), foi alvo de uma operação da Polícia Civil de São Paulo que investiga supostos desvios na área de saúde.

Nas redes sociais, o ex-governador de São Paulo acusou a operação de ser um ato político realizado por seus adversários.

Lideranças políticas do Brasil saíram em defesa de Márcio França através de publicações nas redes sociais. O também ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (Sem Partido), comentou em seu Twitter, que confiar na reputação e postura de França.

O ex-candidato à presidência da república, Fernando Haddad (PT), comentou que não é contra investigação de políticos, o problema está na espetacularização extemporânea do caso. O ex-ministro também demonstrou solidariedade à Márcio França.

O pré-candidato ao governo de São Paulo, Guilherme Boulos (PSOL), também publicou uma nota de defesa à Márcio França em seu Twitter, alegando que 2022 começa de uma forma preocupante.