ACE Suzano reforça os protocolos sanitários para evitar casos de influenza A
A associação recomenda que os empreendedores mantenham os cuidados já adotados para o enfrentamento à pandemia da Covid-19/ Foto: Divulgação
Instituto Nacional de Tecnologia e Saúde

A Associação Comercial e Empresarial (ACE) de Suzano está reforçando, junto aos comerciantes do município, a importância da continuidade do uso dos protocolos sanitários para contenção de casos de síndrome gripal, causados pelo vírus Influenza A (H3N2).

O setor espera um grande fluxo de consumidores para o mês de janeiro, tradicionalmente um período de grandes liquidações, e a entidade reforça a necessidade de manter o cuidado para evitar a transmissão da doença nos estabelecimentos.

Segundo o presidente da ACE, Fernando Fernandes, janeiro é um mês conhecido pela realização de promoções e liquidações, um momento ideal para os comerciantes limparem os estoques antigos e fazerem um bom caixa para o início do ano.

“Com a nova gripe, as atividades comerciais podem ser afetadas e influenciar no rendimento das lojas e prestadores de serviço suzanenses. Por isso, da importância dos cuidados básicos”, disse.

A associação recomenda que os empreendedores mantenham os cuidados já adotados para o enfrentamento à pandemia da Covid-19, com o uso obrigatório de máscaras; disponibilização de álcool em gel para limpeza de mãos; distanciamento social de pelo menos 1 metro; manter os ambientes ventilados e evitar aglomerações, sendo ações fundamentais para evitar a contaminação pela H3N2.

De acordo Fernandes, manter o protocolo sanitário é essencial para proteger as pessoas que trabalham com atendimento ao público, bem como para evitar a sobrecarga do sistema de saúde do município.

“Estamos em meio ao momento de fortalecimento econômico, em que muitos comerciantes esperam ter um bom fluxo de caixa. Nesse cenário, é muito importante que sejamos conscientes para não aumentar o número de casos da nova gripe, o que pode acarretar em uma queda nas vendas para janeiro”, explica.

Por sua vez, o diretor de Marketing da instituição, Rodrigo Guarizo, reforça que seguir as normas sanitárias é a melhor opção nesse momento.

“Com o trabalho dos comerciantes e a colaboração dos consumidores, é possível frear o contágio da H3N2, sem que o setor econômico seja prejudicado”, finaliza.

Para mais informações, a ACE Suzano realiza atendimento pelo telefone (11) 4744-8400, pelo WhatsApp (11) 96665-8471 e pelo site (acesuzano.com.br/contact).

Pelo Facebook (fb.com/acesuzano) e Instagram (acesuzano), é possível acompanhar as atualizações e campanhas em prol do comércio realizadas pela entidade.