O vereador de Suzano, Lisandro Frederico (PSD), conversou com a reportagem do Jornal Oi sobre as ações e resultados do seu 1º ano no cargo e não escondeu o seu entusiasmo diante da aceitação do povo ao seu estilo de trabalho: “Na campanha e neste início de mandato me propus a trabalhar de forma séria e transparente pela cidade. Me comprometi em fiscalizar as ações do governo de Suzano, de ajudar a Prefeitura na implementação de políticas públicas e lutar pela causa animal. Não pratiquei o assistencialismo, não negociei apoio ao governo em troca de cargos, enfrentei críticas e ataques, mas o resultado é positivo e avalio isso por meio das manifestações da população. Estou sendo apoiado por meus eleitores e por um grande número de pessoas que estão se sentido representadas com o meu trabalho. Em 2018 vou continuar fiscalizando o governo, buscando o diálogo com o prefeito da cidade e secretários municipais e votarei sempre de acordo com os interesses da população. Fui contra o aumento do IPTU e de outros tributos e taxas porque todos estão sofrendo com os efeitos da crise, mas o povo não pode pagar a conta pois é quem mais sofre em tempos de crise e falta de empregos. Por outro lado, não concordei com as restrições que o governo impôs ao Passe Livre para Estudar. Como aumentam o IPTU e reduzem o benefício há quem precisa estudar?” questiona o vereador que em 2018 quer ver os resultados do seu trabalho em defesa da proteção aos animais: “Minha emenda impositiva de R$ 414 mil será usada para castração de animais e outras ações relacionadas a causa animal”, argumentou o vereador que não pretende ser candidato a deputado em 2018. Por fim, Lisandro assegurou que no decorrer de 2017 todo o seu trabalho na Câmara teve caráter técnico: “Cumpro o meu dever enquanto vereador. Quem atua pensando só em política, como fazem muitos no governo e na Câmara, vê política onde só existe trabalho e compromisso com a cidade”.