A prefeitura de Mogi ampliará a varrição de ruas e, a partir de agora, passa a atender 100% da área urbana com o serviço.
O anúncio foi feito nessa quarta-feira, 11, pelo prefeito Marcus Melo (PSDB), em evento realizado no Jardim Santos Dumont 3.

De acordo com ele, 35 mil imóveis passarão a contar com varrição em suas ruas, o que significará atendimento para 130 mil pessoas. Por mês, serão acrescentados 1.222 quilômetros de ruas varridas, um aumento de 15,23% em relação ao trabalho atual, que é de 6,8 mil quilômetros mensais.

Haverá também aumento no número de varredores, que vão passar de 110 para 133, assim como incremento de 138 trechos de varrição, que saltarão de 306 para 444 (crescimento de 31,08%). “Os serviços já começam a ser prestados nesta quarta-feira”, afirmou o secretário Dirceu Lorena. Também haverá reforço na limpeza de córregos e áreas verdes. As roçadas em córregos e áreas verdes serão ampliadas em 126.250 m², passando de 780 mil m² para 1.026.250 m² por mês. Haverá equipes em revezamento atuando nas regionais de Jundiapeba, Braz Cubas, Biritiba Ussu, Taiaçupeba, Quatinga, Sabaúna e Cezar de Souza, ampliando os serviços em 22% e agilizando sua execução.

Coleta seletiva

Outro benefício citado no evento desta quarta-feira é a ampliação do programa Recicla + Mogi. A coleta seletiva já chega a 90% do perímetro urbano e vai ampliar o atendimento nos bairros, passando de duas para três vezes por semana. Incluindo a coleta normal, a cidade é uma das poucas que prestam o serviço todos os dias da semana. Com todas essas ações, Mogi das Cruzes deve chegar ao final de 2020 com um índice de reciclagem em 20% (era de 0,5% em 2013, no início do Recicla Mogi).