A Universidade Braz Cubas diz que não sofreu qualquer sanção do Ministério da Educação
A Universidade Braz Cubas diz que não sofreu qualquer sanção do Ministério da Educação
Prefeitura de Guararema 360º

O Jornal Oi voltou a questionar a Universidade Braz Cubas (UBC) sobre as providências administrativas que serão tomadas para que a instituição de ensino consiga no Ministério da Educação o recredenciamento como Universidade e não seja rebaixada a condição de Centro Universitário.

Eis os esclarecimentos da instituição de ensino mogiana: A Universidade Braz Cubas informa que o processo de recredenciamento é um trâmite natural pelo qual toda Instituição de Ensino Superior tem que passar, em especial as universidades. O processo de recredenciamento, no caso da Universidade Braz Cubas, teve início em 2007, sendo que a primeira visita in loco com o objetivo de avaliar as condições de oferta dos cursos aconteceu em 2009. A segunda visita in loco, que verificou as melhorias realizadas pela instituição, foi em 2015. Na ocasião, a comissão formada por três especialistas designados pelo Ministério da Educação deu nota 4 para a universidade, numa escala de 1 a 5. A partir de agora, o parecer da CNE, volta para a SERES/MEC e não há um prazo para a decisão final do Ministério. Atualmente, a Universidade Braz Cubas possui 8 mil alunos de graduação no Campus localizado em Mogi das Cruzes, além de 7,5 mil estudantes de graduação na modalidade a Distância (EAD), 1,5 mil alunos de pós-graduação e outros 300 em cursos técnicos. Além do Campus, a universidade contabiliza 42 polos de Educação a Distância em 12 estados, alcançando todas as regiões do país. E, até 2018, a Universidade Braz Cubas deverá chegar a mais de 100 cidades e 20 estados da federação com novos polos de apoio presencial. São ofertados atualmente na universidade, 32 cursos de graduação nas modalidades presencial e a distância, mais de 100 cursos na pós-graduação lato sensu e 11 cursos aprovados no ensino técnico na modalidade a distância. A instituição destaca ainda que entre 2014 e 2016, apresentou ao CAPES vários projetos de mestrado, mas até o momento não obteve a autorização para ofertá-los. A Braz Cubas conta ainda com aproximadamente 600 funcionários, entre colaboradores e professores, como emprego direto, além de um número significativo de pessoas nos polos de apoio presencial da modalidade de Ensino à Distância.