‘Terra arrasada em Ferraz’: vereador ‘indignado’ denuncia falta de secretários no governo Biruta
Se Ligue protocolou essa semana um requerimento que questiona qual a situação da Secretaria de Saúde, agora que está sem um representante / Foto: Divulgação

O vereador Renato Ramos de Souza, o Renatinho Se Ligue (PPS) já vem a algum tempo questionando a falta de secretários na atual gestão, comandada por José Carlos Chacon, o Zé Biruta (PRB). O parlamentar, que já questionou o motivo pelos quais as Secretarias de Segurança, Serviços Urbanos e Cultura não receberam uma pessoa para comandá-las, agora se revolta com a mesma situação na Secretaria de Saúde.

De acordo com o jovem, já se passou quase um mês desde que o ex-secretário de Saúde, Marco Aurélio Feitosa pediu exoneração do cargo, não tendo a prefeitura apresentado nenhum nome para ocupar o lugar de chefe da pasta até o momento.

Renatinho protocolou essa semana um requerimento que questiona qual a situação da pasta, agora que está sem um representante. No documento, o parlamentar informa que a saúde é um dos setores com maior orçamento na cidade, cerca de R$ 51 milhões, e somente o secretário poderia direcionar corretamente esse valor.

Foi pontuado também no requerimento, que diversos postos de saúde do município se encontram em situações precárias, necessitando de manutenção ou até remanejamento para novos prédios.

O parlamentar questionou ainda, se o ex-secretário deixou um relatório com as ações realizadas durante o período que ficou à frente da pasta, e quais processos licitatórios foram deixados em andamento.

Segundo Renatinho, é muito importante que um novo responsável assuma a secretaria e tão importante quanto, é que ele consiga estar a par do que foi feito por Marco Aurélio, para que possa iniciar seu plano de trabalho.

Além dos questionamentos sobre o ex-chefe da pasta, o vereador também indagou quando um novo nome será designado para cuidar da saúde, uma vez que é um dos departamentos mais importantes da cidade.

“Não é necessário apenas colocar alguém para ficar à frente da secretaria, é indispensável que essa pessoa tenha conhecimento técnico na área e , sobretudo, disponibilidade para cuidar da pasta, caso contrário, teremos os mesmos problemas que obtivemos com o ex-secretário” relatou Renatinho.

Enquanto a pasta estava sob o comando de Marco Aurélio, o parlamentar o convocou para audiência pública por três vezes, para que esclarecesse os diversos problemas em que a saúde municipal vinha enfrentando.

O requerimento do parlamentar aguarda para ser aprovado em plenário, caso aprovado o Executivo terá 15 dias para encaminhar uma resposta a casa de leis.  O governo do prefeito Zé Biruta poderá se manifestar sobre o assunto nas próximas horas.