Gian Lopes determina retorno do talão de papel na Área Azul
Gian Lopes determina retorno do talão de papel na Área Azul
O prefeito Gian Lopes determinou e os talões de papel já podem ser encontrados nas ruas de Poá, para utilização na Área Azul. Desde o início do ano o chefe do Executivo poaense realiza reuniões com a empresa responsável pelo gerenciamento do estacionamento rotativo na busca de melhorias no atendimento às demandas da população. E em breve novas ações serão empregadas visando sempre o melhor para população.
Atualmente, são ofertadas em contrato 1.096 vagas na Área Azul. No entanto, quem não quiser utilizar os talões, vendidos em diversos pontos comerciais, a cidade continua contando com a emissão do e-Tíquete por celular. “As pessoas que se identificaram com o aplicativo poderão continuar usando o mesmo. Esta medida é apenas para oferecer mais um recurso na busca por um serviço de qualidade e que atenda as demandas dos munícipes”, explicou Gian Lopes.
De acordo com as regras, se o veículo estiver na vaga irregularmente, é impresso e colocado em local visível o “Aviso de Irregularidade”. Com ele o usuário poderá efetuar a regularização no prazo de cinco dias úteis, comprando dez e-Tíquetes ou o talão para futura utilização no sistema da “Área Azul” da cidade.
Atualmente o valor cobrado dos motoristas no sistema de estacionamento rotativo é de R$ 1,60, por uma ou duas horas, dependendo da área que o veículo estiver parado.

e-Tíquete

Para adquirir o e-Tíquete ou o talão, os usuários podem recorrer aos monitores que estão identificados ou se dirigir aos pontos de vendas afiliados nas áreas regulamentadas de estacionamento rotativo. O horário de funcionamento do sistema de “Área Azul” é de segunda à sexta-feira, das 9 às 19 horas, e aos sábados, das 9 às 13 horas.
Para maior comodidade dos motoristas, também é disponibilizado em Poá a possibilidade de que o usuário baixe o aplicativo do e-Tíquete no celular (APP  EstacionamentoFácil). No sistema digital o munícipe pode visualizar o histórico das aquisições, ter sempre a mão seu saldo para compra de novos e-Tíquetes e validar a placa  do carro sem precisar se dirigir à monitora do sistema de “Área Azul”.
São 19 monitores nas ruas e informações e reclamações podem ser registradas na Secretaria de Transportes e Mobilidade Urbana.